Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre a autora
Cleuza Fernandes
Londrina - Paraná - Brasil, 55 anos
273 textos (36176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 17:34)
Cleuza Fernandes

Textos do autor
Perfil
Eu sou eu, uma pessoa alegre extrovertida, acolhedora e amiga de todas as horas. Gosto de brincar de poetar e escrevo para as pessoas que amo.

As vezes me pego a pensar e a olhar para as dificuldades do dia-a-dia e me entristeço...Acho que não mereço, nem ninguém...então prefiro me revestir de poesia, olhar o mundo com ternura...viver com pés no chão, mais regando minha mente com cristalinas fantasias...manivelando vagarosamente a imaginação e dela extraindo a voz da alma...sussurrando poesias de amor, vida e paixão...

Por isso escrevo, edito, mexo, remexo, apago, faço de novo... Estou em constante aprendizado sempre a buscar o que há de melhor em mim e no meu  eu.
 
Do meu brincar de poetar nasceu Mensagens Para aAuecer o Coração, um livro que já trás explícito em seu título o anseio e sagração para com a vida e os que conosco compartilham essa maravilha que é a dádiva do viver.   Uma coletânea de textos poéticos subdivididos . pessoas de minha cem mensagens de aniversário dedicadas aos meus filhos, parentes,  amigos e colegas de trabalho. Além de pensamentos e reflexões acerca do casamento, do amor à família, de auto-estima à mulher tão amada, tão odiada, que mesmo tão sábias e ainda se encontram vítimas a do amor e de si mesma; do apreço aos amigos tão próximos e mesmo longe, amigos e porque não de um olhar triste de poesia sobre a morte, tão presente em nossa vida quanto a própria vida.
Afinal quem somos senão seres dotados de amor e paixão, dor, medos, segredos e fé. A fé que nos move, na esperança de dias sempre melhores e a certeza que mesmo diante das percas do dia-a-dia devemos continuar nossa caminhada deixando um rastro de firmes pegadas que nos levem a qualquer lugar onde estejamos bem com nosso eu.

Sabemos portanto que a poesia encanta noss alma  alimenta nosso espírito, aquevce nossos corações, mas lá fora uma triste realidade nos assombra: a vilolência e pior, a violência contra crianças.

Onde estão as nossas crianças?
Onde estão as crianças desaparecidas?


Pensando nelas, na dor se seus pais escrevi um outro livro chamado Chapeuzinho Rosa Choque, também lançado pela Editora Bibliotezca 24horas. Trata-se de uma literatura infanto juvenil com a intenção de despertar os pais, professores e sociedade como um todo no sentido de alertar para os cuidados básicos em relação a proteção das crianças que é: não deixá-las sozinhas, estar sempre atentos, eé voltar para nossa criança um olhar de amor, de cumplicidade, para que ela tenha em nós pais e professores um porto seguro.  


Última atualização em 18/08/17 17:34