Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre o autor
André Luiz Pinheiro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 50 anos
562 textos (22437 leituras)
1 áudios (82 audições)
2 e-livros (147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 16:59)
André Luiz Pinheiro

Textos do autor
Áudios do autor
Perfil
Desde pequeno sempre fui muito introspectivo.
Gostava e gosto de observar a natureza e toda a força e delicadeza que lhe são próprias.
Quando pequeno desenhava bastante e, até a adolescência sempre fui mais de desenhar do que ler e escrever.
O tempo vai passando e tudo se modifica em nossas vidas.
Há mais ou menos um ano que venho escrevendo. Tudo começou com uma pequena poesia feita para minha filha, que agora com seis anos, não tem ideia de que foi ela quem desencadeou isso em mim. A poesia começa assim:
Menina amada
(Minha filha de seis anos)
 
Onde está essa menina?
De cabelos cor de ébano
E olhos cor de jabuticaba!
Cadê ela, não fica parada!
...
Amanda a muito amada!

Leia na íntegra em:
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/4374415
 
Gostaria de acrescentar a minha estória alguns detalhes. A foto que coloquei no meu perfil não é mera e vulgar apresentação. Na verdade mostra uma das minhas atividades. Estou presentemente atuando como instrutor de Tai-Chi-Chuan. E para quem mora ou passe por aqui,  no Rio de Janeiro, convido a nos fazer uma visita e conhecer esta arte marcial, com fins terapêuticos. No prédio da antiga FUNLAR em Campo Grande. Próximo ao West Shopping. Horários: 3ª e 5ª feiras de 19:30 h às 20:30 h e Domingos: de 8h as 9:30h  

Publico meus textos, também, na Câmara Brasileira de Jovens Escritores (CBJE).
São trinta textos publicados e mais de 100.000 acessos, nesses onze meses em que lá estou cadastrado.
Tenho duas poesias publicadas na Antologia Internacional Del'Secchi, volume XXIII, agora em 2013.
Em novembro de 2014 foram lançadas três Antologias pela Editora Delicatta, em São Paulo, nas quais tenho quatorze (14) poesias.
E eu aqui estou neste "Recanto" buscando nas letras um encanto para cantar um canto que encante muitos ou, pelo menos um, talvez...

André Luiz de Oliveira Pinheiro
 


Última atualização em 18/10/17 16:59