Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entenda

Por que tudo é assim? Por que ninguém nunca vê o que somos realmente?

Meus amigos, ao lerem meus textos se surpreendem (e a mim também...): "Nossa, donde você copiou isso?" ou "Pow, você deve estar em uma fase difícil."

Por que ninguém percebe que sinto, cheiro, ouço, vejo e choro como eles?

Só porque não estou dentro dos padrões? Que eu geralmente não levo a vida muito a sério? Ou porque não me importo com o futuro, seja qual for? Ou pior, que não tenho medo de lutar?

Será que já passou pela cabeça deles que isso seja apenas pose? Uma forma de esconder meu verdadeiro eu e não ser tão vulnerável!? Eu só quero parecer assim, mas também quero que às vezes seja levada a sério...

Toda noite, ao dormir, eu penso no futuro sim. Eu sinto saudades; sinto medo; tenho insônia também; choro quando a garganta aperta; crio histórias, como hoje...

Será que sou uma muralha? De rocha fria e tão dura, que nada atinge o outro lado?

Mas até a mais resistente rocha cede a uma força...

Não, eu não sou uma muralha. Sou tão humana quanto você, leitor. Sou tão garota, tão filha, tão amiga, tão sensível...

Eu não quero que me compreendam. Eu só quero, que a partir de agora, você veja que até as rochas cedem ao tempo.

Eu não escrevo apenas por escrever. Eu dou forma aos sentimentos. Sentimentos que também me habitam.

E eu...

Sou apenas uma humana, que brinca de escrever...
Viajante Ls
Enviado por Viajante Ls em 07/07/2006
Reeditado em 21/01/2010
Código do texto: T189197

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Viajante Ls
Santa Bárbara do Tugurio - Minas Gerais - Brasil, 29 anos
37 textos (6491 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:03)
Viajante Ls