Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEGREDOS DA FELICIDADE- 11.Dinheiro




É claro que foi nisso que você pensou depois da última frase, pois “dinheiro não traz felicidade” é uma frase tão antiga quanto o mundo que conhecemos. Mas uma vez ouvi um texto numa novela em que ela foi replicada com a pergunta: “Ah, é? E aonde você prefere curar uma gripe? Na Suíça ou na fila do (então) INPS?” Boa frase, devo admitir. Na bíblia, livro sábio, está escrito que o dinheiro é para a proteção. Verdade pura. Mas também está escrito nela que dorme melhor quem nada tem, pois os ricos vivem com medo de serem roubados. Verdade também. E ambas foram ditas pelo mesmo homem, o homem mais rico do mundo, o então rei Salomão, que além de ser o mais rico, também foi o mais sábio de todos os tempos, segundo a história. Esse devia saber o que falava.
Minha experiência própria não chegou a tanto, pois eu nunca fui realmente rica. Mas tive meu período, digamos, abastado. Meu então marido conseguiu um emprego muito bem remunerado, em que tivemos praticamente dois anos de abastança mesmo. Íamos ao hipermercado que queríamos e fazíamos uma compra de mais de três carrinhos lotados, com tudo o que queríamos, e sua única reclamação era de eu comparar os preços (prática adquirida em oito anos de vida anterior miserável). Ele me dizia: “Pega o que você quer, pare de perder tempo”. Pagava à vista, em dinheiro para não ter que passar pela chateação da aprovação do cheque. Nossa conta bancária estava sempre muito bem abastecida, o que me permitia andar com um talão para comprar tudo o que me desse na cabeça a hora que eu quisesse, além de um bom dinheiro na carteira (inteiro e trocado) para o que eu necessitasse. Ainda assim, foi a época mais infeliz de minha vida. A única coisa que eu realmente queria era morrer. Não tinha gosto por nada, nem vontade de fazer nada, e nada me dava prazer. Eu me afundava na leitura de livros, para não ter que pensar em minha vida, nem em nada mais.
Percebi que realmente dinheiro sozinho não traz felicidade.

Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 29/08/2006
Código do texto: T227654

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21460 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:04)
Edilene Barroso