Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que os lábios não tem força para pronunciar...

Você consegue imaginar qual o maior sonho que alimento em meu coração e pelo qual minha alma voaria livre e faceiramente por cada cantinho do céu? Não...eu sei que não....vou te contar (mas ó, fica só entre nós ta?)...sonho em viajar pelo mundo...largar tudo (Tudo? Sim tudo, não tenho nada que ralmente me prenda por aqui)...largar tudo e viajar por ai, pelo mundo...escrever sobre tud o que vejo, sinto e descubro...tirar fotos inusitadamente marcantes...conhecer tantas coisas, tanta gente...viver a vida, viver e deixar para trás meu amargo existir...sim, sei que pareço louca, cabeça de vento, ou seja lá o que for, para alguns muitos, mas sabe que eu nem ligo...meu sonho é meu sonho, ninguém pode tirar de dentro de mim a não ser que eu permita...mas este sonho é o que me mantem em pé, o que me da força suficiente para passar até mesmo pelos dias mais sufocantes e por sensações e vivencias que aprisionam meu ser a um mundo pequeno e cinza que sinto não ser o meu...
Sabe, as vezes fico pensando nos motivos que me levam a aceitar tanta pressão, tanto repudio... afinal o que as pessoas a minha volta tem de melhor que eu? O que elas tem que eu não tenho? São fisicamente perfeitas? São mais inteligentes e sensiveis que eu só porque podem correr e eu não? São mais bonitas simplesmente porque sobem uma escadaria toda correndo com facilidade? Não aceito isso, não aceito essas teorias que a sociedade impoe...não sou inferior simplesmente porque sou diferente...perai, eu sou diferente ou elas são totalmente iguais?... ah sei la...só sei que não sou inferior, não mereço permanecer cativa em um mundo onde só me sinto livre (será que livre é a palavra certa?) quando escrevo? Por que? Por que me deixo estar em uma situação ótima para todos e péssima para mim? Será que é mais fácil deixar estar? É mais simples acostumar a algo que só trás dor e sofrimento? Em nome de que ou de quem? Pela família? Não creio, família para mim é aquela que esta ligada por laços de amor e não simplesmente por sangue e titulos... será que uma família de verdade subjulgaria alguém assim, ao sofrimento....ao vázio interior? Não creio...
Viajar pelo mundo, quebrar as correntes, romper os limites...esquecer o passado....viver dia a dia como se estivesse começando tudo novamente...descobrir a mim mesma, me olhar pela primeira vez sem algemas e grilhoes... amar-me intensamente com furia, com paixão e com uma volupia ardente, até mesmo pecaminosa... expremir meus desejos mais insanos, libertar a loba faminta e sedenta que existe dentro de mim... sentir minha capacidade de amar, de dar a mim mesma a verdadeira chance de viver a vida a meu modo e não de acordo com a visão alheia...ah doce sonho de minha vida, por onde anda você? Só terei direito a esta resposta quando libertar meu verdadeiro eu das garras afiadas da verdadeira mentira em que vivo.
Essência di Ana
Enviado por Essência di Ana em 08/09/2007
Reeditado em 08/09/2007
Código do texto: T643950
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Essência di Ana
Paulínia - São Paulo - Brasil, 37 anos
528 textos (16394 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 11:50)
Essência di Ana