Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

[des]ilusão.

 Minhas mãos soam frio. Eu preciso sentir teu cheiro por mais uma noite.
Se eu tivesse mais uma noite, te pediria pra ficar, estenderia meus braços para imediatamente lhe abraçar. Mas sei, que meus pedidos, nem meus "100" poemas não lidos, não são e nunca serão o suficiente, para juntar meu caminho com o teu.
Sei também, que eu não me surpreenderia se amanhã ou depois, meu caminho desviasse, e passase distante de tu, e encontrasse uma esquina muito mais longa que a tua, e ainda sim, tivesse o cheiro bem mais agradável que o teu. E quando esse dia chegar, pode jogar tuas malas distantes daqui, quando esse dia chegar porfavor [não] esqueça de me avisar.
É a ai que não vai adiantar me pediste pra ficar, é ai que finalmente acharei meu lugar.
E agora as coisas parecem cairem das estantes, posso descrever um terremoto nesse exato momento, um terremoto particular, um terremoto qual só eu presencio. Um terremoto que um dia irá chegar em teu quarto, e eu não estarei lá para te ajudar. Não dessa vez.









 Me desligo de tudo, me conecto SOMENTE a tu. E você.. você apenas dá risadas.
Andréia Cruz
Enviado por Andréia Cruz em 13/09/2007
Código do texto: T651151
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andréia Cruz
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 24 anos
158 textos (7024 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 16:30)
Andréia Cruz