CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

"PERNOGRAFIA" MORNA (0): Explicação obrigada

0.- Uma explicação obrigada

     No RECANTO DAS LETRAS começo agora mais uma série de textos. Iniciei uns CONTOS BÍBLICOS, deixados da mão de Deus ... por agora. Estou a colar as frações do poemário DO AMOR DE TUDO QUANTO É LIVRE. Tenho aberto seções de HAIKAIS e de ACRÓSTICOS. Não sei se valerá a pena publicar aqui uns CONTOS NADA EXEMPLARES (313) que dei a lume no PGL, da Galiza; parecem-me pouco universais ou excessivamente locais...
     Seja como for, começo esta nova série de textos sob o título genérico de “PERNOGRAFIA” MORNA. Não sei se são poemas ou relatos ou pensamentos ou... ‘Chi lo sà?’ Quem o souber, estará no direito de lhe dar nome próprio. Sim sei que não são textos pornográficos, mas apenas "pernográficos". E mornos. Nada quentes. Nem fogosos. Não estou em idade de ardências nem de incêndios. Apenas  serão textos “pernográficos”.
     Não sei, não sei... E se os escrevesse como cartas dirigidas a...? A quem, meu Deus? Às minhas amigas? A varões assinalados? A mim mesmo, num ato febril de instropeção masturbatória? Tanto tem... Escrevê-los-ei como cartas que dirigirei a quem me petar. E pronto.
     Os “voyeurs” unicamente poderão enxergar nelas extremidades enlaçadas, nomeadamente de mulher amante e generosa, mas não só. Também lhes darei ocasião de adivinhar quinhões de corpo brandamente feminino e, com eles, do masculino menos brando, na procura de “pernografia” apta para ser lida por quase toda a gente.
     Fugirei dos “palavros” e dos “palavrões” referidos a sexo explícito, quer dizer, pretendo cortinar trás gazas de honestidade tudo o que as pessoas descortinam nos relacionamentos íntimos. Mas não por completo. Sugerir —dizem— parece muito mais tentador (e prazenteiro) do que pregoar desfechadamente.
     Por fim, anuncio que a próxima colação foi intitulada «Carta materno-filial».
AGIL
Enviado por AGIL em 01/06/2008
Reeditado em 20/06/2008
Código do texto: T1014394
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Agradeço que cite o meu nome: António Gil Hernández) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.

Comentários

Sobre o autor
AGIL
Portugal
2061 textos (45172 leituras)
10 e-livros (288 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/09/14 01:16)