Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma Chance

Estacionei meu carro, após alguns minutos no trânsito;
Estava pensando em nós dois...
Há quanto tempo não saímos juntos, ou fizemos qualquer outra coisa?
Não sei mais, perdi as contas.
Pensei também que eu posso ter culpa nisso, mas você também...
Será que nossa distância tem jeito?
Vem aqui, despertar meu desejo!
Vem, vamos mudar essa história, já está na hora de conversar...
Hoje estava lembrando dos velhos tempos que não voltam mais, de quando íamos ao cinema como namorados e éramos tão felizes!
Vem, não é tarde para recomeçar.
Esquece os simbolismos baratos, joga fora as brigas e vamos remontar nossas vidas.
Não sei mais o que sinto por você, mas uma nova chance é necessária, pega minha mão e vem!

Estamos cansados, eu sei,
Estamos desgastados eu sei, mas, se continuarmos
a caminhar em estradas opostas não chegaremos a lugar algum; chega perto vem sem medo, não vou mais te cobrar; vem lembrar nossas músicas, rever nossos retratos e seguir nos percalços que a vida nos dá.
Vem, sem segredo, ainda não te perdoei o bastante, mas te dou uma chance de consertar.
Vem, porque nos fins das contas, mesmo sem saber o que sinto ao certo, eu nos dou uma chance de resgatar.
Priscilia Nascimento
Enviado por Priscilia Nascimento em 07/04/2005
Código do texto: T10199
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscilia Nascimento
Recife - Pernambuco - Brasil, 35 anos
222 textos (24431 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:38)
Priscilia Nascimento