Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O segundo que se vai....

Acabo de despedir-me de ti.... confesso que você ajudou-me numa das minhas fases difíceis de vida.... em meio à dúvida e medo, conseguiu mostrar-me que havia uma luz no fim do túnel e com sua palavra levantou meu ânimo e coragem....
Hoje percebo que parte de minha transformação interior deve-se a sua pessoa.... meiga e singela.... amiga e cristã.... sem dúvida vou sentir falta de suas terapias, ou melhor, nossas conversas longas e demoradas que se pareciam verdadeiras terapias, ao ponto de dar-me um tratamento de choque na maioria das vezes, mesmo sem que eu quisesse... mas que me ajudaram profundamente e consigo hoje enxergar o quanto me foram valiosas as horas ao seu lado....
Mas a vida é isso... como já descrevi anteriormente, cada um segue o seu caminho..... estou aqui por minha escolha também.... com certeza não era o momento certo e oportuno para tomar uma decisão que mudaria radicalmente a minha vida e rotina.... sem dúvida foi a melhor escolha que fiz....
Mas mesmo assim, sinto lá no fundo uma certa inquietação em relação ao que vivi e ao que sinto como chamado de vida... é meio estranho... mas preciso primeiro encontrar-me aqui... e depois quem sabe.... o momento agora é de descobertas e definições de vida... profissional e afetivamente falando.... tenho que pôr em ordem minha casa interior... o meu íntimo....
Creio que aos poucos os acontecimento vão clarificando as nossas escolhas..... as nossas opções.... não posso chorar ou arrepender-me por não ter tomado essa ou aquela escolha.... fiz o melhor para mim no momento que vivo agora..... e isso é maravilhoso sentir e afirmar intimamente essa verdade para mim.... pessoalmente....
Creio ainda que certos questionamentos que hoje faço em torno de mim e de minha vida tem muito haver com a vivência que tive ao seu lado.... nas horas de almoço ou jantar que combinávamos ou que aconteciam ao acaso..... um acaso providencial....
Sigo por enquanto aqui... no meu lugar tão familiarizado e habitual.... sem dúvida vais encontrar desafios e caminhos estranhos.... difíceis e instigantes..... mas nada melhor que uma boa dose de humor e paciência... fé e coragem.... coisas que trazes contigo, pois o pouco que te conheci, percebi que és perseverante em teus propósitos e metas.... então prá que temer desafios... logo quem, você....
Fico aqui com o meu mais novo amigo, se você deixa-me usar seu codinome aqui.... o Caspito... sem dúvida vamos intensificar nossas relações de amizade, que como já vi, também é uma boa criatura, cheia de luz e energia positiva.... assim como você.....
Despeço-me novamente, desejando-lhe felicidades nessa nova etapa de vida que inicia-se para você.... com certeza vai ser um momento novo e prazeiroso, desafiador e cheio de graça e conquistas.....
Boa sorte, meu amigo có-irmão.... Botito...

p.s. espero que não fiques chateado pela revelação dos codinomes.... rsrsr....
André Ícarus
Enviado por André Ícarus em 25/01/2006
Reeditado em 25/01/2006
Código do texto: T103638
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Ícarus
Recife - Pernambuco - Brasil, 38 anos
197 textos (20702 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:02)
André Ícarus