Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rubens Pina de Oliveira

Hoje, dia 30.01.06, comecei o meu dia sabendo da tua partida.
Confesso que por alguns minutos estranhei minha calma ao relembrar o teu rosto, os teus gestos, as tuas sábias palavras, o carinho que sentia ao teu lado...

Só então chorei, um choro suave e sereno que apaziguou a minha alma.Foi nesse instante que me lembrei da tua riqueza espiritual e tenho a certeza que foi ela que não me deixou sofrer, nesse momento tão difícil quando se perde um grande amigo.

Dr.Rubens, assim eras chamado por teus colegas de profissão.
Pai, assim eras chamado pelos filhos que não tiveste, mas que conquistaste com o teu coração.
Homem humilde, apesar da sua vasta e invejável sabedoria: somente os sábios são humildes.

Sei que essa carta não está à altura do rico vocabulário que possuías e usavas para exercer a tua profissão de advogado.Porém, nela quero deixar registrada a minha humilde e sincera homenagem.

Beija a minha testa, assim como sempre fizeste e ajuda-me a entender este ciclo da vida.

30.01.06 8:40
Cármen Neves
Enviado por Cármen Neves em 31/01/2006
Reeditado em 31/01/2006
Código do texto: T106467
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cármen Neves
Cricíuma - Santa Catarina - Brasil, 50 anos
1262 textos (541734 leituras)
2 áudios (781 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:29)
Cármen Neves