Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Da amizade à paixão.

Quando você conhece uma pessoa e se identifica com ela os momentos que estão juntos são mágicos,engraçados,completos,inesqueciveis.
Quando te conheci,eu queria passar a maior quantidade de tempo possível em sua compania.Queria ouvir seus planos,suas idéias,suas histórias,você ouvia minha opinião e concordava com ela.
Era explicita a nossa cumplicidade.
E chegou o dia em que a atração bateu forte.Indiretas suas,afirmações minhas,gestos corporais de ambos,denunciavam o desejo,o entusiasmo,a vontade de ficar.
Na sexta-feira você não saiu um minuto do meu lado,nem consegui trabalhar direito,e você insistindo em ir no show comigo com direito a beijinhos e tudo.
Mas eu nunca pude levar você a sério,pois você tem namorada e afirmava ser fiel.
Quando eu sai do serviço meu amigo me ligou pedindo desculpa,dizendo que sua moto estragou e que não iria mais assistir ao show,queria deixar comigo o seu ingresso.
Foi nesse instante que te mandei ums mensagem e te ofereci o ingresso do meu amigo e você aceitou.
Fomos para o show como amigos,juntamente com meus outros amigos Rafaela e Fael.
Chegando lá dentro no meio da multidão nossas mãos se esbarraram e não se desgrudaram mais.
Carinhos nas pontas dos dedos,o encaixe perfeito da palma das mãos.
Em alguns momentos nossos corpos se aproximavam mas não podiamos deixar que ninguém percebesse o clima que rolava entre nós dois.A química perfeita.
E ao som do Calypso meu coração transformou nossa íntima amizade em paixão.
Na volta,enquanto você dirigia,não resisti em fazer carinhos na sua coxa.
Quando chegamos em frente de casa,estavam o resto dos meus amigos ouvindo som e bebendo coca-cola e você achou melhor não ficarmos ali diante deles.
Como você trabalharia no dia seguinte,teve que ir embora e meu deu apenas um beijo,ardente,explosivo,me disse que outro dia ia rolar com mais tempo,mais reservado.
Eu saí de dentro do seu carro sem falar nada e você questinou:
-Vai ficar brava agora?
Batendo a porta,respondi:
-Não estou brava.
Confesso que me senti uma fracassada,fiquei desolada,eu te queria mais,infinitamente mais.
Queria abraçar você,passar a mão em seus cabelos,te beijar na boca,na bochexa,enroscar meu corpo no teu,olhar fundo nos seus olhos,queria sorrir ao ver seu sorriso,até a sua cara de bravo que eu acho linda,queria sentir você passar as suas mãos no meu corpo,queria que você me dominasse,me mandasse,me possuisse...
Mas você simplismente foi embora.
Dormi arrependida por tudo o que não fiz.
No outro dia pela manhã te enviei uma mensagem pedindo sigilo sobre o ocorrido,afinal trabalhamos na mesma empresa e isso não ia pegar bem se alguém soubesse.
O final de semana passou e na segunda-feira todos já sabiam.
Você narrou o nosso encontro como se fosse uma vitoria,exaltou que tinha me ganhado,igual a um campeão quando recebe seu troféu.
Confesso,fiquei lisongeada com a situação,me divertiu saber que você gostou.
Durante a semana,nas noites,eu te ligava,te procurava e você nunca me retornou.
Ontem você,criou coragem e veio me pedir para não te ligar mais nem te mandar mensagem,pois a tua namorada viu e não gostou.
Fiquei em silencio,engoli a seco o seu pedido,com o coração rasgado,partido ao meio,terminei meu expediente,fechei meu escritorio e fui embora.
Chegando em casa,o sentimento que tinha em mim era de tristeza,uma tristeza profunda da qual nunca senti antes,uma sensação tão grande que parecia querer explodir.
Uma vontade louca,quase incontrolavel de te procurar,gritar teu nome,te ligar,falar com você.
De tudo,nem a nossa grande amizade sobrou,pois você se esquiva de mim,evita passar por perto,como se tivesse medo de se aproximar,de não resistir e querer mais.
Te olhando da janela agora,minha perna treme,meu coração acelera,minhas mãos pedem o seu toque.
Minha intuição me diz que não é assim que essa situação vai ficar.
Mas enquanto isso,o amor aumenta,a saudade atormenta,e o meu desejo por você me tira da realidade.
Você é nesse momento o meu único pensamento.
Te amo!


Cindymh
Enviado por Cindymh em 09/02/2006
Código do texto: T109761
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cindymh
Paranaguá - Paraná - Brasil, 30 anos
185 textos (57843 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:32)
Cindymh