Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por que que a gente é assim?

Há palavras dentro de nós que às vezes precisam sair, não por que doam ou nos deixam alegres, simplesmente por que precisam sair de algum modo, que eu não sei como. Não sei aonde vou agora, como pretendo chegar, mas há palavras dentro de mim que insistem em sair.
Na verdade, estou com um pouco de sono e queria dormir, mas essas palavras que eu nem ao menos conheço não me deixam em paz, elas querem sair e eu não posso impedir.
Por que algumas pessoas tem tudo o que quer e se sentem sem rumo? Tem o cara amado, escolheu estudar o que estuda, tem pais, irmão, uma família grande com crianças correndo e tal no fim de semana... O que lhes falta? Não sei.
Sei apenas que posso ligar agora pro meu namorado, se quiser ouvir a voz dele e não preciso explicar por que, ele falará comigo, mesmo que seja duas ou três da manhã. Sei que posso contar com meus pais, se precisar, que eles me apoiarão como me apoiaram sempre, mas não o faço, algo me impede de dizer que estou sem rumo.
Por que tudo tem que estar sempre perfeito e eu sempre desordenada? O problema então sou eu? O que houve de errado comigo?
Não sei se é os 18 anos que fiz, se estou tentando me encontrar no meio de tudo o que vivi e saber quem sou de fato, o fato é que não sei ao menos quem sou.
Se tudo isso parece louco e absurdo pra você, também parece pra mim... minha mãe perfeita, meu namorado perfeito, todos perfeitos, todos felizes, só eu sou triste, so eu me estresso rápido, só eu cometo erros...
Queria que às vezes as pessoas se desequilibrassem pra me mostrarem que têm seus sentimentos, mas parecem sempre Tão inalcançáveis para mim... Elas são o que são ou o que fingem? Não é possível que meu namorado não se importe de fato em saber que eu dancei a noite toda com um menino que ele odeia, por que seus olhos me parece dizer o tempo todo que ele me ama, por que me liga quase todo dia, por que me procura sempre, por que me beija do jeito que ele me beija, mas não se importa em saber que to indo pra uma festa sem ele e que lá pode acontecer um montão de coisas. Posso perfeitamente me encantar por um outro cara e passar a noite com ele, mas mesmo assim, parece não ligar...
O que há de errado comigo, quando é ele quem vai sair ligo um milhão de vezes, quero saber com quem vai, onde ficou, quem viu. Quero que me ligue quando chegar e quando ele não liga ou não durmo ou tenho pesadelo. Eu o amo, a resposta parece simples. Mas e ele? Ele pode ser apenas diferente... É diferente demais.
E eu não sei adiministrar essas coisas, são apenas palavras que estavam dentro de mim e insistia em sair.





Clara Belmiro
Enviado por Clara Belmiro em 14/02/2006
Código do texto: T111703
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Clara Belmiro
Paulo Jacinto - Alagoas - Brasil, 29 anos
30 textos (2945 leituras)
1 e-livros (158 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:49)
Clara Belmiro