CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Carta para meus filhos..

Carta para meus filhos...


Ah!... Como falar de vocês é bom, como ver cada um crescer e descobrindo o mundo é mágico.
Lembro-me de quando nasceram eu era um jovem com tanto a aprender. Segurando com cuidado e muito amor, ouvi o choro mais doce, fruto do meu amor.
Aquele cheirinho suave de pele branquinha era um sonho que a muito eu tinha. Parecia estar brincando com boneca, pois não acreditava naquilo que eu via.
Se sentir pai era coisa diferente, pois o medo dominava em ver aquele bebê na minha frente, ser pai era uma nova etapa de minha vida que não se aprende na escola, mas sim no dia-a-dia.
Lembro-me dos primeiros passinhos, cada passo dado era visto com muito carinho, com um enfeite, arranjo ou um laçinho parecia um anjo que me trazia muito carinho.
Com o tempo começou a andar e descobrir coisas, a felicidade muito existia em ver aqueles passos e o quanto crescia.
Quando começou a resmungar algumas palavras muito tentava ensinar a dizer Papai, como um sonho num belo dia falou e muito me emocionou.
Aquela palavra eu nunca esqueci, pois ouso até hoje e quero pelo resto de minha vida ouvir.
Com o passar dos anos deixou de ser um bebê e se tornou uma criança, cheia de fé e de muita esperança, vejo em cada gesto em cada descoberta o quanto ensina, pois é nas coisas mais simples que encontra as mais puras verdades e sentimentos quando se é uma criança.
Os anos vão se passando e vocês crescendo e eu ficando mais experiente, hoje não percebo o tempo passar e quando olho se foi mais um ano.
Pois isso é algo que acontece quando se torna um pai, me esqueço de observar o tempo para observar o crescimento de vocês meus filhos, às vezes até erro por esquecer de mim mesmo, mas sou movido por este amor que é maior que minha própria vida.
Sem perceber vejo que já esta no primeiro ano e começo eu a sonhar com seu futuro, talvez um médico, um engenheiro ou quem sabe um empresário, não sei afinal são dois, uma menina e um menino, mas sei que chegarão lá.
E num fechar de olhos te vejo se tornando uma adolescente, linda cheia de encantos, mistérios e descobrindo um mundo totalmente novo, onde começa a conhecer seus medos, seus limites e a fazer de seus sonhos realidade.
Lembrar que hoje não posso te segurar com a palma de minha mão como fiz um dia, é algo que me deixa frustrado porque sei que não é mais uma menina para o mundo, mas para mim continua sendo e sempre será a minha boneca, difícil é você entender, afinal sou pai e sempre serei assim te tratando como minha boneca, querendo proteger e cuidar de você.
Observar-te meu filho correndo de bicicleta pela calçada, ver você sorrido e vindo a mim me dando um abraço é como me ver voltando a tempos mágicos que vivi na infância.
A cada beijo seu, sinto o quanto é maravilhoso ser pai e que tudo que faço valerá o esforço, com seu sorriso me deixa de coração mole onde às vezes acabo esquecendo que sou pai se tornando apenas o amigo e isso me faz sentir o quanto te amo.
Cada um de vocês tem seu jeito especial de ser, com seu carinho, atenção e jeito dar amor, mas cada um tem seu lugar em meu coração, pois amo cada um com a mesma intensidade de amor.
Às vezes sei que sou bravo, mas é apenas pose, tenho que ter postura de pai para educá-los, mostrar o certo e errado, mas adoro mesmo é ser o amigo aquele com quem conversam, pois nestes momentos não me sinto pai apenas um moleque e adoro me sentir assim, sempre digo que o corpo envelhece, mas nunca o espírito.
Sei que não sou um pai perfeito e nunca vou ser, pois ser pai é uma das formas mais lindas da palavra AMOR, e AMOR nada mais é que se dedicar, amar sem limites, aprender um pouco a cada dia, ser pai é uma experiência, uma descoberta nova vivida todo dia.
Ser pai é uma dádiva entre tantas que Deus nos deixou e por esta eu agradeço a ele por ter me mandado dois anjos lindos para simplesmente iluminar minha vida todos os dias.
Aconteça o que for sempre Amarei Vocês por toda minha vida...



Autor: Edson Apolonio
edson apolonio
Enviado por edson apolonio em 07/09/2008
Reeditado em 14/05/2013
Código do texto: T1165559
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença.

Comentários

Sobre o autor
edson apolonio
Botucatu - São Paulo - Brasil, 41 anos
168 textos (17923 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/09/14 08:42)