Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Breves conselhos

     Saber falar e dizer o que se sente é estar perto da liberdade de si próprio  em busca da verdadeira liberdade espiritual.
     Deixo aqui este pensamento para que sinta que como tu, mas com pequenas diferenças, todos nós passamos pela vida sofrendo. O sofrimento geralmente quando não é físico é espiritual especialmente neste mundo onde poucos se preocupam com a felicidade dos outros.
     Quando um novo dia surgir, quando olhar para o céu, ou quando respirar e estiver feliz ou triste, lembra-te que tudo isto é apenas uma passagem que pouco irá ajudar futuramente se não conseguir passar por tudo isto sem muito alarde.
     Quando pensar que é infeliz por ter perdido alguém, lembra que muitos já perderam e continuarão a perder, sem, contudo isto interromper o ciclo da vida.
     Quando ler um livro nunca se esqueça que o que foi lido poderá ficar como parte integrante de si.
     Jamais deseje morrer, lembra-te que a morte é uma nova vida e se desejar morrer, viverás.
     Deixa que a morte venha a seu tempo e não tente abreviá-la, colocando termo à vida. Quando, no entanto ela vier não deves sofrer nem lamentar, nem pedir para viver, tudo ao seu tempo se completa.
     Faça sempre o que achar certo e só assim serás livre e terás  domínio sobre a mente. Aquele que se condiciona a vontades alheias ou a normas sociais em excesso, estará a sofrer.
     Se olhar o infinito verá quão insignificante somos perante ele.Não tente calcular o infinito, pois o seu próprio nome já o torna incalculável ou indecifrável como Deus.Lembra-te ainda de que pouco adiantará  a vaidade e o orgulho, ambos são  sementes que não perpetuarão por toda eternidade.
     Não procure metodizar em excesso sua vida, para que não fique vítima da vontade alheia.
     Quando pensar que és pobre, lembra-te que a pobreza não é ignorância e somente desta devemos nos envergonhar. A pobreza material não pode ser comparada com a espiritual.
     Procura os amigos naqueles que te aceitam como és. Somente a riqueza que se adquire através do conhecimento nunca se perde.
     Quando sentir  a natureza a teus pés a lhe oferecer tudo que há de útil para ti, não a despreze nem a destrua, se assim fizer estará a destruir a ti próprio.Você também é natureza e parte  da criação.
     Jamais acredite nos mentirosos, porém não deixe de escutar o que dizem, sempre poderá aproveitar algo daquilo que dizem e  analisar o próprio mentiroso.
     Nunca deves julgar os humanos pelo que eles dizem de si e sim pelo que eles realmente são.Não se deixe enganar por títulos e patentes, os vís também os possui.
     Quando sentir vontade de sorrir, sorria.
     Chorar, chore.
     Falar, fale.
     Gritar, grite.
     Amar, ame.
     Lembra-te que o que mais degenera os humanos são os excessos de regras sociais.
     Deus é tudo que existe e nós somos apenas pequena parcela integrante Dele.
     Lembra-te ainda que o infinito não pode ser calculado, Deus está inserido neste infinito do qual somos apenas um átomo.
     Nunca agrade aos papagaios falantes que se limitam a repetir o que ouvem e sem a consciência do que fala.
     O maior mal que podes cometer a alguém é agradar para não ofender
     Jamais estaremos de comum acordo com todos. Agrademos a nós mesmos e aos que merecem e só assim estaremos nos recompondo para uma vida melhor onde o ser humano poderá abrir a boca e gritar sem medo.

     Eu amo, eu amo.

15/02/69




Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 03/03/2006
Código do texto: T118225
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (110785 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:46)
Vanderleis Maia