Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PASSAM OS TEMPOS E AS SAUDADES PERDURAM

Caro amigo... Estou através  desta tentando buscar notícias há tanto esperadas.
Desejo ansiosamente saber o motivo que colocou tão distante de mim.
Passam os tempos, no entanto, as saudades perduram. Peduram de forma tão intensa e profunda que busco em mim vestígios teus, para de alguma forma não me lembrar de ti.
Mas, o que fazer? Se em cada vã palavra, se em cada gesto o mais banal, de algo que já nos aconteceu, agracam-se dentro de mim as saudades tuas?
O que faço para esquecer-me de ti? Se você é alguém que está presente nos meus pensamentos mais idiotas?
Soliana Meneses
Enviado por Soliana Meneses em 14/03/2006
Código do texto: T122889

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Soliana Meneses
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 43 anos
142 textos (9666 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:23)
Soliana Meneses