Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mãe

Mãe, ainda me lembro quando criança, sempre a choramingar pelos cantos, e você ali, atenta, super protetora, cuidando carinhosamente para que nada me faltasse, assim como aos demais irmãos.

Quantas noites de sono, perdidas. Ora olhando um, ora outro. E assim, iam-se as noites. Nunca a vi reclamar. Embora, sua saúde não permitisse tamanha extravagancia.

Você, mãe, antes de tudo, uma mulher batalhadora. Mãe, esposa, amiga, grande educadora, sempre presente. Com você, iniciamos o aprendizado da educação da fé. Quantas vezes nos obrigou a participar da catequese ? E a escola ? Sempre a conferir o boletim. Se as notas eram boas, sorria e elogiava, se eram ruins, ficava uma arara. Queria saber o que estava acontecendo . . .

Mãe, sei que dei muito trabalho. Quantas vezes você foi buscar-me na beira do rio, com medo que eu me afogasse, e eu tinha que sair correndo para não levar algumas varadas lombo a fora, pois você já trazia sempre à mão, uma vara de goiabeira, e com grande disposição em usá-la. Quando isso acontecia os outros garotos faziam a festa, pois achavam graça na maneira como a senhora falava e esbravejava. Eles costumavam dizer que a senhora era muito brava, e que não largava do meu pé.

Sabe mãe, hoje eu entendo suas atitudes. A maneira como educou-me fez com que eu não me perdesse pelos caminhos da vida. Ao olhar em volta, percebo o quanto preciso agradecer a Deus por você existir.

Mãe, nesta caminhada terrena você ajudou a construir a nossa história. Sei que passou por maus momentos. Quantas vezes precisou ser internada às pressas. E numa dessas vezes acabou entrando em coma. Foram 13 longos dias, e noites de espera, de medo que o pior viesse a acontecer, e esse tempo foi para nós um martírio. Algumas pessoas chegaram a dizer que a senhora não voltava mais. Nós rezávamos, outros oravam, a família toda estava em oração, pedíamos a Deus que se fosse da vontade Dele, que a senhora se restabelecesse, e Ele ouviu nossas preces,  foi tão bondoso para conosco, concedendo-lhe a vida.

Mãe, toda casa necessita de esteios firmes e fortes para sustentá-la. Hoje, cada um de nós, seus filhos, temos nossas famílias, mas você continua sendo o esteio, o sustentáculo, o apoio, a mão amiga e acolhedora, mesmo com dificuldade, mas sempre disponível.

Mãe, você é uma construtora cuja fé é inabalável. Por isso Deus lhe tem concedido o Dom da vida. Hoje a senhora completa 80 primaveras, 80 anos de existência, de muita luta, e cuja história traz em suas páginas amareladas, encantos e desencantos.

Lembro que em toda essa história, uma página foi tirada, repentinamente. É com uma dor muito grande no coração que essa página me vem à mente. Essa página . . . é seu esposo, meu pai, nosso pai, nosso amigo.

E . . .
Gostaríamos que ele estivesse presente, com certeza nossa alegria seria muito maior. Mas, acredito que ele está lá em cima, intercedendo por cada um de nós, junto ao nosso Pai maior que é Deus. Penso que nesse momento ele está sorrindo e acenando para todos nós.

Olha mãe, se quiser pode chorar, sorrir, orar, cantar ou não fazer nada, ninguém vai perceber. Hoje a festa é sua. Construa mais essa página, porque a história continua e vai perdurar eternamente no meu coração, nos nossos corações.

80 anos não se faz todo dia, esse acontecimento é uma bênção de Deus. Por isso elevo meus olhos aos céus para agradecer mais uma vez ao Senhor da vida, e ao mesmo tempo pedir-lhe que nos conceda o privilégio de tê-la entre nós ainda por muitos anos.

Mãe, é com muito carinho que lhe ofereço o meu abraço, o nosso abraço. Seus filhos e filhas, genros e noras, netos e netas, bisnetos e bisnetas.

Obrigado Senhor, por nos proporcionar esse  momento de confraternização, de amor, ternura, afeto, carinho e amizade. Sei que podemos fazer tudo, mas nem tudo nos convém. Obrigado Senhor, pela vida que nos concede a cada instante.


26/01/06
Wilcaro Pastor
Enviado por Wilcaro Pastor em 16/03/2006
Código do texto: T123830
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wilcaro Pastor
Coronel Fabriciano - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
489 textos (37600 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:24)
Wilcaro Pastor