Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A meu eterno avô


Meu avô, não pude estar ao teu lado no teu momento de luz. Queria estar ao teu lado, apertando tua mão pra dizer-te bem baixinho ao pé de teu ouvido o quanto sempre te amei. Não existem palavras para desenhar a grandeza do homem que foste, que tu és e continuarás sendo pra mim. Em minha cabeça só me vêm as lembranças de cada momento especial de vida ao teu lado em que me aconselhaste, me orientaste, me ensinaste o caminho da verdade. Tenho a primeira lembrança de ti, em Sta Cruz. Eu, pequenino, com 5 ou 6 anos, e vieste me presentear com um carrinho de madeira. Lembro quando íamos à feira (eu muito pequeno), quando tínhamos que pegar 4 ônibus pra ir e voltar da igreja, indo ao Recife pra fazer quimioterapia e teus poucos cabelos começaram a cair, os almoços de todo domingo, as trilhas que fizemos (com aquela idade!!), as tuas Bodas de Ouro, cada momento naquela igreja, as estórias da Bíblia e da Guerra que me contavas, as conversas sobre Deus na varanda. Tu sempre foste um pai pra mim, sempre...Perdi um pedaço de meu coração e sei que só Deus pode preencher isso. Todas as tuas palavras sempre foram tão sábias, todas tuas cartas sempre foram tão amorosas, mesmo quando eu via tua dificuldade pra escrever. Sempre me quiseste tão bem meu avô, sempre depositaste tanta confiança em mim. Sempre me apoiaste. Obrigado meu avô por ter nos ajudado quando até o pão de cada dia nos faltou. Tu foste um exemplo de pai, de avô, de amigo, de irmão, de marido, de gente. Em ti sempre pude encontrar integridade, fé, força, humildade, beleza, coragem, equilíbrio, serenidade, compaixão... Tu viste tua bisneta como sonhaste (e na foto estão tuas lágrimas), tu viste a virada do milênio como também sonhaste... porque o senhor sempre ouviu tuas orações. Tu deixas um exemplo de vida e um rastro de luz que eu tentarei alcançar em minha vida.  Ah meu avô, tua voz ressoa em minha cabeça e as últimas palavras que me disseste foram: “Deus te abençoe meu filho”. Amém meu avô. Grande foi tua vida, tua obra, teu amor, tua fibra, teu senso de justiça, teu testemunho, tua fé, tua pessoa. Um homem simples, mas que soube ser homem até o último suspiro. A tua vida meu avô é a prova concreta de que podemos ser diferentes nesse mundo de tanta futilidade e desamor.
Com dor e amor,
teu filho.

 


Josué Mendonça
Enviado por Josué Mendonça em 18/03/2006
Código do texto: T124700
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Josué Mendonça
Salvador - Bahia - Brasil, 36 anos
52 textos (2263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:35)