Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAI

Hoje por volta das 6 horas da manhã acordei e não consegui mais dormir acredito que é pelo fato de que ainda estou com o estomago cheio do rodízio de ontem. Fiquei na cama pensando em varias coisas como de costume, então pensei, por que não por isso no papel assim como minha mãe ele também merece. Sei que já faz muito tempo que deixei de lhe mandar carta, eu sempre repeti uma frase q dizia assim: Luta com palavras é a luta mais vã, entretanto luto. A questão é que eu ainda não a havia entendido completamente, mais agora acredito q isso tenha mudado.

Como pederia começar? Já sei poderia colocar aqui a musica de Fabio Jr., PAI. Mais tenho a impressão de que o filho e o pai estão ou estevem brigados, e isso não é o nosso caso.
Certa vez falei para Edson e para Mario que amigos de verdade são aqueles que já passaram por quase todo juntos, isso inclui momentos bons, ruins, engraçados, em fim, quase tudo. Acredito q isso faz de ti o meu melhor amigo.
Quero que saiba que quando dizem q estou parecido com o senhor fico muito feliz, na verdade isso fica estampado em meu rosto, pois nele surge um sorriso de canto de boca, mas fica claro que ele é o reflexo que vem do coração. Mainha mesmo é uma das pessoas q adora repetir essa frase para min. Não sei se é porque ela sabe q eu gosto ou se é porque ela tem a vontade ou a nessecidade de q eu me pareça com tigo, pois ela sabe q se eu for assim como o senhor, com certeza farei não só de min uma pessoa feliz, mas farei também minha mulher e meus filhos.
Em uma outra oportunidade ouvi q devemos admira a criação e venera o criador. Então saiba painho, q admiro tua criação q é essa família fantástica q tu nos destes e saiba ainda que lhe venero não como um Deus grego pois eles ainda são muito imperfeitos, mais sim como meu pai, uma pessoa q quero tornar-me no mínimo semelhante.
Quero lhe agradecer por tudo, por tudo q me ensinou e pelo q não me ensinou, pois teve a razão de achar q seria melhor eu aprender sozinho. Não sei bem com foi a primeira vez q nos encontramos, não sei o q dissestes para min, mas acredito q pensastes q faria de tudo para tornar de minha um homem ainda melhor q ti. É verdade q contigo aprendi muita coisa em todo esse tempo de convivência e observação, pois com tigo aprendi não apenas como tratar uma pessoa estranha, mas também um amigo e uma mulher.
É bem verdade q é mais fácil falar palavras de amor para uma mulher do q para um homem, mas quero que saiba q o senhor não é apenas um homem, mais sim o meu pai, por isso q ainda lhe beijo lhe abraço e digo-lhe EU TE AMO! Saiba q sou seu maior fã. Uma das coisas q procuro fazer aqui nessa existência é tornar-me infortal — não que eu não quero morrer, muito pelo contrario, mas quero tornar-me inesquecível, quero ser lembrado para sempre pelo menos por uma pessoa, pois isso sim para min é o verdadeiro imortal — saiba desde já q o senhor já conseguio essa façanha q até Aquiles e Alexandre sonharam um dia, pois se tem uma pessoa de quem sempre lembrar-me-ei eis o senhor meu pai, meu herói, meu amigo, meu suporte, minha plataforma, meu mestre, meu ídolo, em fim uma das rosa mais rara desse jardim q é minha vida. Painho desde o nosso primeiro encontro ti venero e ti amo.
                                        Valdeck Silveira
                                                  14/08/05
VALDECK SILVEIRA
Enviado por VALDECK SILVEIRA em 24/03/2006
Reeditado em 24/03/2006
Código do texto: T127772
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
VALDECK SILVEIRA
Salvador - Bahia - Brasil, 30 anos
11 textos (887 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:27)