Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JAMAIS DEIXEI DE TE AMAR

   Quando vi pequenos diamantes a rolar , iluminando sua face , eu pude enxergar sua alama e perceber que as palavras ditas continham em si a verdade que eu desejava ouvir .
   nenhum fato em momento algum é melhor do que a pura verdade , a mentira jamais deve ser dita .
   Eu sei que de um modo que não posso controlar , meu coração , como em um mecanismo de auto-defesa por amar você de um modo especial e pelo medo de uma amplo sofrimento , numa eventual perda , se fechou .
   Mas em momento algum isto quis dizer que meu amor , verdadeiro , diminuiu , significa apenas que te amo de um modo infinito ... O verdadeiro amor é aquele que perdoa , compreende , releva , mas acima de tudo esquece o que de errado aconteceu .
   Portanto minha doce e querida princesa , que ilumina o meu viver , que és o motivo do meu sonhar , motivo do meu verdadeiro sorrir , detentora de uma aura que me fortalece para o combate duro e constante que vivo , saiba enfim que preciso de você e sei que você precisa de alguém , então confiemos um no outro e não deixemos que nada interfirá entre os sentimentos puros que habitam em nós .


   escrito em : 07/05/2005  
Danilo Vasconcelos
Enviado por Danilo Vasconcelos em 05/04/2006
Código do texto: T134360
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (DANILO VASCONCELOS www.recantodasletras.com.br/autores/danivasconcelos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Danilo Vasconcelos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
188 textos (11227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:42)
Danilo Vasconcelos