Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

como os casamentos

Para quem quis saber o que respondi ao email onde recebi cópia do email que tinha enviado e com o qual fiz a "crônica" de ontem…
Quando nos fazem perguntas pertinentes e com tanta delicadeza, onde nada nos é perguntado que nos permita escapar com idêntica delicadeza da resposta, respondi.
Deste modo satisfiz duas pessoas que se deram ao trabalho de escrever, mas acredito haja talvez uma terceira que esteja curiosa em saber o que me terá sido dito em resposta ao que escrevi?
Pois é!... Queira-se ou não se queira, quando se diz o que se escreveu na resposta a uma resposta, ou não se respondeu "grande coisa" ou, acabamos por estar a denunciar aquilo que é íntimo. E não nos foi perguntado(?), mas afinal estava na pergunta.
Satisfaço ou não satisfaço a curiosidade das duas pessoas que me escreveram?
Beijos e abraços e, os que me forem permitidos, amassos…:) Ah, Sim, a crónica de ontem…

{Deixar uma carta a meio ou qualquer texto, interromper a escrita, dá sempre um efeito fantástico! Para o Bem ou para o Mal (é como os casamentos, raio de comparação!)…
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 20/04/2006
Reeditado em 20/04/2006
Código do texto: T142138
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310498 leituras)
37 áudios (39566 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:21)
Francisco Coimbra