Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU POETAR

Quando eu poeto, digo, escrevo, a princípio escolho, sugiro, pego um tema no qual foco uma cena, um objeto, uma pessoa, foco características que me façam desvendar seu mistério ou me faça criá-lo, no qual me concentro e transpiro, já em vista que, tenho tido a inspiração. Procuro fazer algo inovador nos padrões já construídos e dar a esses meu sangue.
Gosto de desafios, mas não os que são impostos a mim e sim os que eu mesmo escolho a lutar e vencer, do tipo: novos estilos, temas que de alguma forma mexem comigo, construções multi-angulares.
Gosto das formas, dos movimentos, do sentido visão, dar idéia de vida, de concreto, formas 3D. Mas como gosto de me desafiar, batalho com estilos distintos de mim, talvez pro ser eclético, por que não?
Desarte, brinco com as palavras, com as formas, com a vida... E com os meu sentidos.


Tássio Telles, Nazaré da Mata/PE, 08 de novembro de 2002.
Tássio Telles
Enviado por Tássio Telles em 05/05/2006
Código do texto: T150770

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Tássio Telles). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tássio Telles
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 36 anos
55 textos (1705 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:59)
Tássio Telles