Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para: Anna

"Acho que alguns anos de amizade realmente fazem a saudade aumentar, principalmente quando se descobre a pessoa certa. Estranho é que a gente só percebe isso quando a distância atrapalha, e você lembra que deixou de dar um abraço apertado, e puxa vida, eu realmente sei o que é isso agora, por que é o que eu estou sentindo. Se eu pudesse voltar atrás? e fazer tudo, tudo o que deu errado, completamente diferente eu o faria... Mas quer saber? Ao invés de eu ficar me lamentando porque fiz algo de errado, eu vou fazer deste momento o começo da página de acertos. Esperar pra dizer a alguém que ele ou ela é especial, pra mim, é bobagem, porque não dizer isso pra ela agora? Ou esperar passar um ou dois anos e esquecer as palavras e os sentimentos que elas contém? Sabe, realmente é difícil expressar algumas coisas que, na verdade, você nem sabe se existem palavras pra elas, só se sabe quando se sente, e a amizade é assim. Apesar de você já saber de tudo isso, eu quero escrever como se você nunca fosse ler sabe?, tipo aquelas cartas anônimas que chegam dentro de uma garrafa de vidro e você encontra na praia. Pronto, é isso. E antes de tudo eu quero que a pessoa que encontrar esta garrafa, sinta-se como se fosse pra ela (e é!). E a carta diria mais ou menos assim:
"Há 2 anos eu encontrei um alguém, um alguém muito especial, não, não é um grande amor, ou talvez até seja, já que dizem que grandes amigos também são almas gêmeas, mas é um alguém especial que sabe falar as melhores coisas nos momentos mais oportunos, que faz de simples momentos e caminhadas lembranças eternas, que nos surpreende com sábias palavras, que nos toca com sentimentos belos, que não nos deixa na mão, que, apesar de não saber, é confiável e amável e respeitável, essa pessoa, é alguém que eu realmente gosto muito, que estimo, e que causa saudades, é alguém que às vezes te tira do sério, mas que sabe te acalmar assim.. subitamente. Acho que de tantas coisas boas que você encontra na vida, esta pessoa está entre elas. Indefinidamente, a gente não sabe explicar em poucas linhas o que é uma grande pessoa e uma grande irmã, mas é tudo isso, e mais um bocado. O grande mal das coisas, ás vezes, e na maioria delas, é não saber admitir a importância de outras, isso é triste diante de tantos fatos que acontecem diariamente, talvez a gente precise mesmo de alguém que nos faça sorrir, e ver as coisas mais simples e mais importantes da vida, é só abrir a primeira página do jornal pra perceber que a realidade é exatamente outra, é por isso que eu queria uma casa no campo, bem no meio do nada, onde eu tivesse um bocado de livros, e uns amigos, pra viver assim.. feliz."
                                                                                                                       Para: Anna


Ps: É tudo pra te agradecer, por ser minha amiga. Um beijo.
A S Siqueira
Enviado por A S Siqueira em 19/05/2006
Código do texto: T159219

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
A S Siqueira
Recife - Pernambuco - Brasil
70 textos (2381 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:14)
A S Siqueira