Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARTA PARA O MEU ESPOSO – Nº I


Querido Esposo,

Você é querido por Deus em primeiro lugar e por outras pessoas, incluindo eu. Depois de algum tempo de convivência e algumas discussões que tivemos, onde muitas vezes fiquei brava comigo e com você, cheguei a questionar Deus sobre tantas coisas que ocorreram em tão curto espaço de tempo.
Sabe, muitas dúvidas que vão sendo expostas, nos leva a pensar que cometemos um erro ao casarmos, mas corremos um grande risco em precipitar julgamentos e lançar palavras antes de se ponderar.
Muitas vezes estamos usando nossas palavras para falar o que queríamos ou queremos, o que faz parte da nossa formação cristã, de meu caminhar com Cristo.
Errando, é que se aprende, e quem falou que erramos? Deus, ou nós mesmos? Entendo, até certo ponto, quando você diz que está cansado disso e daquilo, e que você não agüenta mais etc... Acho que por estar do seu lado nesse tempo, e vivenciar momentos difíceis juntos, eu sei realmente que isto é verdade sim: VOCÊ ESTÁ CANSADO MESMO.
Só não sei direito do que você está cansado, se é de mim, da vida conjugal, dos desacertos e desenganos. Só sei que você está se sentindo assim...
Meu amor, não foi uma ou duas vezes que ouvi você dizer que relacionamento é construído com o tempo e com a determinação de cada um em fazer com que isso aconteça, estou aqui por amor e tenho algo a te dizer. Se for de Deus, amém, mas se é só uma palavra boba e idiota de sua esposa, use a tecla delete.
Mansidão é um dom importante nessas horas, e ele ainda não está completo em meu crescimento espiritual, as vezes tenho vontade de dar “porrada” e “partir no meio  o que me vier a frente.
Entendo e aceito palavras de exortação, porém quando vêm com ironia e agressividade fica complicado agir com mansidão, é humano a todos nós reagir contra. SOMOS TODOS ASSIM... então meu esposo e irmão, é melhor agirmos com amor e paciência (“...a paciência, tudo alcança,....nada te espante....”)
Somos responsáveis pelo crescimento e desenvolvimento de nossa vida cristã, pessoal e daqueles que a nós foram confiados.
Cuidar deles, tratá-los com amor; eu sei que você os trata com amor, mas a palavra chave aqui acho que é, interesse; estamos crescendo aos poucos, pode ser que amanhã nós estejamos prontos mas ainda há muito a se fazer por nós mesmos..
Você pode dizer: “Não é este meu ministério, ele é seu; eu só quero uma esposa honesta que me ame e que cuide mim”
Só que eu não estou conseguindo acompanhar nem os mais chegados, e ainda, há outras pessoas que estão ao longe, doentes que precisam ser tratadas...
Sinto-me um peixe fora d’água sem estar motivada a seguir e sem confiança por saber que no fundo não é isso que você quer de mim...
Eu gostaria de ser a sua Alice no país das maravilhas, mas não sou, e isso te deixa infeliz e a mim também, pois sei que sofres a eterna dúvida de ter errado ou não ao escolher – me para sua esposa. Em você estão todas as qualidades que uma esposa pode desejar, quando elas são afloradas sem medos ou reservas. Os defeitos prevalecem onde temos medo de mostrar o nosso melhor. Cabe a mim e a você querer ou não mostrar o que temos de melhor. Assim penso eu meu esposo

É com muito carinho e oração que resolvi escrever.
AMO-TE!!!!!

(de uma esposa – inteligente – ponderada, que quer ser amada e aceita apesar de cair do país das maravilhas de seu esposo)
Morumy klein
Enviado por Morumy klein em 22/05/2009
Reeditado em 09/06/2009
Código do texto: T1607813

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Morumy klein
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
75 textos (34125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/14 01:03)
Morumy klein



Rádio Poética