Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando acordo (amor)

Quando acordo e abro os meus olhos,
lentamente o meu sorriso se esvai,
pois conforme vou acordando,
a realidade vem chegando...

...e lembro desta algoz distância
que separa os meus lábios
dos doces sorrisos teus...
Sorrisos que me levam aos céus...

Quando acordo e abro os meus olhos,
em minha face sonolenta
brilha o sorriso que germinou
naquela noite primeira em que te beijei...

É tão triste pra mim
não poder sentir todos os dias
aquela tão forte alegria
de poder sentir teus abraços...
Poeta Devaneador
Enviado por Poeta Devaneador em 03/06/2006
Reeditado em 12/07/2008
Código do texto: T168967

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (cite Itamar Eduardo Gonçalves de Oliveira e eduardogoncalves@hotmail.fr) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Devaneador
Rondonópolis - Mato Grosso - Brasil, 29 anos
82 textos (3896 leituras)
1 e-livros (99 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:29)
Poeta Devaneador