Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maldição de Mãe

Olhem seres humanos, obeservem com clamor e temor, me observem os detalhes, se aprofundem em minhs entranhas, descubram meus mistérios, tentem achar os presentes que lhes dei... Observe tua mãe cantando e varrendo tua casa, observe tua mãe limpando a raça impura que criou, observem, mas somente observem, suas preces não são mais audíveis, seres como vocês, seres tão pequenos não são audívies diante minha divindade.

Vocês, filhos de Lúcifer, queimaram, estriparam, vomitaram. cortaram, suforaram tua mãe, agora olhem, olhem como estou, olhe em meu ventre e observem o câncer que tenho, vocês, vocês são o grande câncer em meu colo. Alimentados com a mais pura água, poluída por teu sangue.

Larguei o papel de Gaia e agora serei a mãe Lilith, pouco a pocuo comerei da carne de teus filhos, que nascerão deformados e sem vida. Aprendam com teus atos. Agora serei a ceifadora, não mais a progenitora. Teu pai, a vida, está morto, ele agora é apocalipsce.

Vocês, pobres mortais, irão aprender, forças virão do espaço, da Terra, do Universo, das Almas, vocês serão iluminados e queimados pela luz do sol, vocês vagarão com bocas rachadas e estômagos perfurados, caminharão com tumores por todo o corpo e o sangue poluído por doenças vulgares.

Após teu fim serei a reconstrutora, não mais serei criadora, irei reconstruir o mundo que vocês destruiram, mesmo que seja para baratas...

Lilith
Renan Reis
Enviado por Renan Reis em 10/06/2006
Código do texto: T173036
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renan Reis
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 29 anos
24 textos (60157 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:05)
Renan Reis