Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta a um filho ....

Filho ...

Concebi-te ...
Gerei-te ...
Pari-te ...
Amamentei-te ...
Criei-te ...
Eduquei-te ...

para que te fizesses, um homem de H grande,
para que enfrentasses a vida, com os seus obstáculos,
com as suas ilusões e desilusões ...
para que compreendesses o Mundo em teu redor ...
com todas as forças positivas que te transmiti, sim, transmiti-te tudo de bom ...
Amor, carinho, compreensão, honestidade, alegria ...
mas, também te fiz ver que a vida tal como uma rosa, por muito bonita que seja, tem muitos espinhos, espinhos esses,
que temos de ter muito cuidado a tirá-los, para não nos picarmos, vamos tirando-os, devagar, lentamente ...
Sabes a minha vida foi como essa rosa, cheia de espinhos, de desilusões, o melhor dela, foi mesmo a rosa própriamente dita, porque representa para mim, "os meus filhos, tu e a tua irmã", mas como uma mão tem 5 dedos e nenhum é igual, são todos diferentes, eis a resposta ás minhas questões.
Também sei que a minha separação foi um espinho grande para ti, embora já estivesses á espera e não queiras admitir, mas, também quero que saibas, que o meu Amor por ti, o meu Carinho, a minha Compreensão, estão intocáveis, eu sou e continuarei a ser, a tua amiga do coração, aberta ao diálogo, quero que saibas que poderás sempre contar comigo, para as alegrias e as tristezas, porque eu gosto muito de ti, e continuo a ser a tua MÃE ...

Um abraço forte e um beijo grande
MÃE
nita
Enviado por nita em 13/06/2006
Código do texto: T174911
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
nita
Portugal
165 textos (11175 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:21)