Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Angela Lara

O teu belo trabalho materializa as palavras na sua essência: iguais a si mesmas, respiram na plenitude duma entrega à sua existência, sem que vislumbre mais que a realidade duma conjugação do Verbo, na sua acepção e concepção de Criação.
Limitei-me a ler e ir registando a sequência, seguindo-a como se cada texto nascesse como flores juntas/dispersas num campo semeado pelo vento... É a inspiração mais completa, a respiração mais solta!
Li o Índice: 1) O puro verso, 2) Leitura (de momentos), 3) A minha voz é esta, 4) Narrativa, 5) Estar, 6) Sublimação, 7) Não tenha pressa, 8) Devíamos dizer, 9) Lendo teus versos, 10) Canção ausente, 11) O-O, 12) "Boa R..."// {Quanto ao que desejo...},
13) Quero, 14) Saudades, 15) O amor, 16) Duas pedras, 17) M’usa.
Agora regist_ando... 5) "Estar", foi o primeiro texto, uma breve e muito simples poesia, publicada como estreia no Recanto...; 14) Saudades, foi a última poesia por mim publicada, ainda mais breve, um poetrix.
Há, no meu coração, uma nova meta: a metáfora duma planta que espero dê flor, quando teus olhos lerem o amor com que a planto, aqui para ti!
Beijos,
F

§2
Já há dias que tenho conhecimento deste livro, só hoje começo a escrever sobre ele. Diria ser isto desejar, desejo ler o livro.
Assim

{Ler "e-book" em:
http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=168580}
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 19/06/2006
Código do texto: T178417
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310494 leituras)
37 áudios (39566 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 10:51)
Francisco Coimbra