Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERFUME DA VITÓRIA !!!... Carta para minha filha que está colando grau em Enfermagem

Minha Filha,
 
Já lá se vão quase 23 anos que você veio ao mundo. Numa pressa danada antecipando em mais de dois meses o meu sonho de ser mãe.
 
Você nasceu tão pequenina que mal cabia na minha mão. Com 1 quilo e 660 gramas, parecia uma bonequinha de porcelana, de tão branquinha e cabeluda que era. Todos que chegavam frente ao berçário a ficavam admirando completamente encantados. Pra mamar um sacrifício, com sua boquinha pequena não conseguia agarrar meu mamilo e vivia chorando de fome. Até te levar pra casa foi um mês de idas e vindas, aguardando ganhar peso pra sair da incubadora.
 
Aos poucos você foi engordando, crescendo e evoluindo. Sempre com seu jeitinho bem meigo, com um sorriso maroto fazendo covinhas na face e cabelos de muitos cachinhos dourados.
 
Tímida, pouco falante, envergonhada que só, passou por uma infância sadia, feliz em seu mundo encantado. Bonecas, patins, bicicleta, quantas horas de alegria, um sorriso iluminado. Gostava de animais, de sentir a natureza, o sabor da liberdade. Era ousada até o extremo quando queria uma coisa. Nunca esqueci da primeira vez que caiste dentro de uma piscina, do seu lado mais fundo, sem nem saber nadar. Todo mundo preocupado correndo pra te salvar e como um peixe você danadinha, atravessou a piscina tal qual um torpedo, nadando no fundo dela. Enquanto te procuravam no lugar onde caiste, você do outro lado sapeca, ria e ria acenando as mãozinhas.

Nossa, quanta saudade! Das suas artes, brincadeiras juntamente com seus irmãos durante toda a infância.

Chegando na adolescência, seleta na escolha de amigos curtia seu tempo de festas em dançar, dançar, dançar sem se preocupar com o amor, sequer arrumar namorado. Preguiçosa em demasia, adorava muito dormir, bem mais que a própria cama. Quando não estava dormindo, estava escutando música, rock de preferência, acompanhando suas letras num inglês mais que perfeito, sem nunca ter feito curso. Hoje, és uma verdadeira mulher que sabe de fato o que quer e luta com todas as garras.

Quase no mês de seus 23 anos, você irá colar grau na carreira que escolheu e abraçou com devoção. Quem diria que a minha menina, que pra estudar só no tranco, hoje é uma brilhante enfermeira que defende suas idéias, seguindo seu próprio caminho, fazendo suas próprias escolhas, se formando com louvor.

Para mim, uma grande e grata surpresa, em tudo que você se tornou. Na dedicação que existe junto a seus pacientes, na escolha meticulosa, no querer galgar montanhas sem que lhe ajude estendendo minhas mãos.
 
Corajosa, vai à luta no despertar de seus passos, não importando as batalhas que tenha que combater, mas sim com os objetivos alcançados em sua reta final.
 
A menininha medrosa, com medo de tudo e todos hoje, bravia mulher, guerreira, combatente sem qualquer temor no olhar. Arregaça suas mangas sem medo de ser feliz. Deixou de ser a calada, tornando-se bem falante, defensora de seus ideais.

Isso sim é uma grande vitória!
 
Minha principalmente, por ter contribuído para que chegasses ao topo de seus sonhos, lado a lado te amparando, estimulando, acompanhando seu caminhar. Mostrando um caminho verdadeiro, sem interromper seu andar caso encontrasse barreiras na estrada. Não minha filha, você precisava saber como se safar e se salvar dos perigos apresentados. Eu de longe observava sem interferir nas vontades, mas pronta a me fazer presente em qualquer necessidade, te defendendo sempre com unhas e dentes.
 
Sua grande vitória, por tanto ter se empenhado e concretizado com galhardia um projeto de seu coração. Mesmo enfrentando barreiras que surgiram no decorrer dos anos de estudo e que quase a fizeram desistir de tudo em determinados momentos, você se mostrou límpida e transparente e continuou sua jornada com muita confiança, coragem e fé em Deus, na espiritualidade e principalmente na sua enorme capacidade de ser e vencer.

Pois é minha filha, muito me orgulho de você, ontem, hoje e sempre. Você que sempre foi a mais quietinha, temerosa e que nada falava, sempre ficando imersa em seus pensamentos sem exteriorizá-los, hoje se tornou uma mulher de fibra, coerente em seus atos, simples em seu agir e principalmente firme em seu falar sobre suas convicções interiores relacionadas à sua vida e ao seu trabalho. Sua apresentação da monografia sem um vacilo sequer, sem nem olhar para o que apresentava se mostrando conhecedora de fato do assunto que ali apresentava, foi um verdadeiro sucesso que me deixou muito satisfeita por sua capacidade, seu discernimento, e a certeza da grande profissional que você se tornou e que será em seu andar por esta vida afora.
 
Esta é a nossa vitória! Nossa e de muitos amigos que sempre estiveram do nosso lado, nos apoiando de todas as formas, contribuindo em tudo e por tudo para que você pudesse alcançar esta glória.
 
Agradeço a Deus pelos filhos que tenho e que tanto prazer me dão em minha andança terrena.
 
Agradeço a você pela grande honra de ter me escolhido por mãe no astral e por ter-me dado a graça de ter a sua companhia como filha amorosa que é e grande amiga. Hoje, sei de sua capacidade e muito a admiro por ter se mostrado a grande mulher que é. Como uma flor você brotou e hoje se abriu em inúmeras pétalas de cores vibrantes, exalando o delicioso perfume da vitória.
 
Beijos de sua mãe que te ama muito.
 
Neli
Neli Neto
Enviado por Neli Neto em 23/06/2006
Código do texto: T181224

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Neli Neto
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
98 textos (45246 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:39)
Neli Neto