Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teu ódio

   Derrubas o sonho em um segundo.
   Fazes uma ponte no mesmo instante.
   Choras aos meus pés, e dizes ser do bem.
   Ao virar-se escorre teu veneno em tuas costas e não te atinges, pois estais coberta pelo teu ódio.
   Cortas tua língua e sairá sangue efervescente, e corre em tuas veias o ódio negro do seu ser.
   E em um instante disfarças teu ódio na cor vermelha do seu sangue.
   Corta minhas palavras como navalha, fere meu coração como uma faca.
   Choras tuas lagrimas salgadas em minhas feridas, e teu veneno amargo vem a minha veia, como sua voz te da nó ao criar tua máscara.
   Que pelo fervor de seu ódio, escorregou como teu veneno.
   E agora choras por ver-te desmanchada à fúria inconstante do seu ser.
   E não consegues morrer, todavia estais vivendo do teu fiel veneno, ao qual olho e digo com precisão, seres merecedora de tua dor!

Ps:Sou iniciante, peço desculpas por alguns "erros".
Camila Ferreira
Enviado por Camila Ferreira em 25/06/2006
Código do texto: T182272
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Camila Ferreira
Surubim - Pernambuco - Brasil, 26 anos
3 textos (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:10)
Camila Ferreira