Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Santuário de Vida Silvestre Vagafogo.

Deitei-me nas folhas secas, sobre uma passarela de madeira...
Meu olhar seu perdia em meio a tantas copas de árvores altíssimas...
Tanto pra ver!!! Tudo tão natural, simples mais de beleza indescritível.
O sol sobre as árvores...Entrava suavemente e seus fios luminosos davam um efeito único.
Logo à esquerda o rio Vagafogo com suas águas cristalinas, corria rumo uma cachoeira. Observei as águas caindo...E uma espuma branca acompanhava, e no correr se esvaia. O rio seguia seu rumo, não se incomodava com meu olhar!
Virando para a direita...Podia ver escadas de madeira em meio à mata fechada, tudo tão rústico, porem uma paz mora ali...Não saberei descrever!
Por instantes via minha vida, comparava ao rio...segue seu roteiro, corre, corre...Não pode mais voltar, não tem como!
Tem sim!!!
Ao evaporar-se, poderá na forma sublime das gotas da chuva, voltar!!!
A quietude do Santuário, orquídeas, bromélias, milhares de espécies de plantas...
O verde e o azul imperam.
E minha vida passando como rio *Vagafogo!

Mariângela...

• Vagafogo é o mesmo que vaga-lume.

Pirenópolis-Goiás, 21 de maio de 2005.
Sabado,16:14h
Mariângela Ricardo
Enviado por Mariângela Ricardo em 22/05/2005
Reeditado em 06/09/2010
Código do texto: T18973
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mariângela Ricardo
Goiânia - Goiás - Brasil
320 textos (22529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:13)
Mariângela Ricardo