Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Castelo...Teu, meu, nosso...

Construimos um castelo, que chamamos de nosso mundo, isso acontece com o passar do tempo, e inerente a esta construção temos um caminho a percorrer e ao longo desta caminhada surgem vários factores que marcam  esta nossa história, onde por vezes podemos encontrar-mo-nos sós, sentindo necessidade de um abraço, um carinho, de compartilhar... e em meio a esta loucura vagueamos pelo vazio deste castelo, mas que relativamente a situações passadas as muralhas a volta deste tornaram-se intransponíveis a priori... Surge a perda de identidade emocional, os porquês, quando, onde e como chegamos a tal ponto?
Mas ao caminhar, construa sim o castelo, que tenha a devida proteção, um belo jardim, e plante algo de cunho crucial, o amor, planta esta que deve ser bem cuidada, pois representa o próximo, Deus, e tudo de belo... e se cuidares realmente
, fortificando as raízes, que são a base de qualquer planta, de forma que entranhe pelo solo, marcando presença e tornando-se firme, de certeza que qualquer que seja a tempestade e ou situação anómala dentro deste âmbito, que possa aparecer, não será capaz de abalar o real desejo de ali estar, muito pelo contrário, deixará como aprendizado o quanto o solo acolheu a raiz, com o cuidado promovido pelo meio fenotípico, que combinado com as qualidades genotípicas, formentaral de maneira natural, inexorável a consolidação mais bela do jardim deste grande castelo...
E sendo assim a muralha intransponível deixa de existir devido a estabilidade que esta plantinha ao se ramificar pelo jardim espalha a proteção, sem parecer sumptuosa, mas sim delicada, acolhedora e susceptível a entrada dos bem vindos visitantes...
Carolzita
Enviado por Carolzita em 20/07/2006
Código do texto: T198356

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Caroline Silva). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carolzita
Portugal, 42 anos
453 textos (61659 leituras)
5 e-livros (749 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:50)
Carolzita