Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta ao meu amor

Olha amor hoje coloquei-te na balança do meu coração. Sabe, depois de tanto tempo era preciso avaliar o quanto tu ainda pesavas...
Nestes últimos anos, me acostumei ao som da tua voz grave e tão sedutora...me acostumei a tua fala pausada e mansa...me acostumei a ter todos os dias a tua presença sempre tão pacífica, tua conversa sempre tão educada...
Eu me acostumei a sentir o coração disparado quando te aproximas de mim...me acostumei a sentir esse frio na barriga...quando falo contigo...sentir as mãos gelarem e o rosto queimar quando falas comigo...
Eu me acostumei a sentir tanta saudade quando te ausentas...me acostumei a respeitar os teus silêncios tão profundos...me acostumei a insistir nas minhas opiniões mesmo te deixando sem graça...e a aprender com tuas experiências e conselhos...
Eu me acostumei a ouvir quieta as tuas explicações, as tuas falas sempre tão sensatas...me acostumei sentir o teu perfume...me acostumei sentir o teu abraço...me acostumei a sentir o teu beijo...me acostumei a tudo isso tão perto e tão longe...
Eu me acostumei a falar contigo como se estivesses do meu lado...me acostumei a levantar todos os dias sentindo a tua presença...ouvindo de ti o bom dia mais gostoso todos os dias...a dar-te um beijo de boa noite todas as noites...dia após dia...
Engraçado...eu me acostumei a te amar todos os dias como se fosse o primeiro, e  hoje depois de tê-lo colocado na balança percebi...que  te amo mais do que ontem e muito menos do que vou amá-lo amanhã...
Sabe amor, apesar destes anos sinto que continuas sendo para mim aquele mesmo homem tímido de outrora...que continuas a frequentar meu coração como se fosse tua própria casa...
Olha só amor...que se tivesse me dado conta das coisas a que me acostumei...não teria te colocado na balaça...eu fiquei mesmo foi muito bem acostumada esses anos todos...
 
Um beijo dessa tua sempre amorosa
Angélica
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 29/05/2005
Código do texto: T20690

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55634 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 15:57)
Angélica Teresa Almstadter