Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bilhete





11/01/1988.





Peço-te perdão.
Desculpe-me por ter imaginado que você era sozinho, e dispunha de tempo pra mim, pra me ouvir, me ajudar, ficar comigo e me amar, e pensei que poderia em troca preencher um vazio que julgava existir em sua vida.
Desculpe-me se insisti, ao aceitar a oferta de carinho e amizade que você me fez.
Pensei que ia receber, e senti que não podia sequer te dar.
Me perdoe se te magoei, mas pensei em te fazer bem.
Desculpe se atrapalhei, entrando em sua vida; sinto muito por ser um fardo grande demais pra você agüentar.
Minha intenção era preencher sua vida, não superlotá-la, e acabar com sua solidão – não te perseguir.
Sinto muito se os momentos bons que te dei não superaram seu sono, seus compromissos, e sua falta de tempo – talvez tenham sido bons apenas para mim, não é mesmo?
Perdoe por eu ter te querido;
perdoe por eu ter te gostado.
Não se repetirá mais, espero.


Edilene.
Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 07/08/2006
Código do texto: T210849

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21461 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:18)
Edilene Barroso