Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu filho




08/02/2003.




Ah, Vitor, meu filho!
Estou com tantas saudades!
Meu filhinho, meu caçula, que tanto cresceu...
Já homenzinho, com apenas quatro aninhos
Já pedia moedinhas, e quando perguntado para que,
Respondeu que era
“Pra comprar uma casa pra minha mãe!”
Ah, meu filho Vitor, meu filho lindo!
Sempre me dando motivos para orgulho,
Já cresceu, em setembro fará dezoito!
Sempre maravilhoso, sempre lindo, Vitor...
Raspou as “molinhas”, pôs piercing na língua,
Mas continua um lindo homem!
Mãe é coruja, eu sei, e eu não poderia ser diferente,
Mas você é meu encanto, sempre tão adulto,
Tão sincero, bem-humorado, inteligente,
Sempre tão homem!
Apesar de agora tão parecido fisicamente com o pai,
Duvido que pareça em mais alguma coisa,
Porque você já nasceu consciente, responsável,
Amante do trabalho, protetor, amoroso,
Meu lindo, meu filho Vitor!
Gosta de andar arrumado, bem vestido,
Mas não com roupas custosas,
Sabe e sempre soube o valor do dinheiro,
Coisa rara!
Você é meu orgulho e esperança,
Desejo tudo o que você merece, pois você é muito bom,
Deus te abençoe sempre em seu caminho,
E que você consiga e construa sua merecida felicidade.
E como toda mãe gosta de dar conselho, aí vai:
Continue assim: não beba.
E quando encontrar alguém para companheira,
Priorize sempre essa relação.
Você vai se dar bem.
Te amo.


Sua mãe,

Edilene.
Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 10/08/2006
Código do texto: T213060

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21458 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 11:04)
Edilene Barroso