Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A triste COMPETIÇÃO Homem & Mulher

A triste competição Homem-Mulher
(Celito Medeiros)


          A grande realização que se pode ter no campo do futuro da Humanidade está na maneira como uma raça conduz sua atitude para com as crianças.
Quem pensar que poderá lidar com as mulheres para conseguir interesses alheios, ou propósitos, que façam da mulher uma coisa dominada e sem vida própria, ou que acredita numa disputa entre sexos opostos e coisas bobas, então esta realmente é uma raça agonizante.
          Teremos na mulher, desta maneira, uma rival ambiciosa do homem em suas próprias atividades, uma mulher que está deixando de lado a mais importante missão que ela mesma pode ter.
Uma sociedade que não está atenta para esta missão e uma sociedade na qual as mulheres aprendem qualquer coisa, menos o gerenciamento de uma família, o cuidado dos homens, e a criação da geração futura, é uma sociedade em extinção.
          Alguém pode definir, facilmente, o momento em que uma sociedade começa o seu fracasso com maior intensidade. É no instante em que:
1) as mulheres começam a tomar parte, em pé de igualdade, nos assuntos do homem;
2) as mulheres poderem assumir tudo como mulheres;
3) estarem os homens decadentes e as mulheres não serem mais mulheres, quando a coisa for competição!
          Isto não é um sermão sobre o papel ou posição das mulheres. É uma declaração de um fato sem medo e feito baseado no que era o princípio das coisas e com certeza havia compreensão e felicidade.
Quando as crianças se tornam sem importância para a sociedade, tal sociedade perdeu (privou-se) seu futuro. Mesmo além da paternidade, gestação e criação dos filhos, um ser humano não parece estar completo sem um relacionamento perfeito com outro do sexo oposto. Este relacionamento é o receptáculo (recipiente) onde se cultiva a força de vida de ambos os indivíduos, e se cria o futuro da raça em corpo e pensamento.
Se o homem vai elevar-se a maiores alturas, então a mulher deve subir com ele ou mesmo antes dele.
 Mas deve elevar-se como mulher e não como, hoje, está sendo iludida (desorientada) para subir --- como um homem.
Esta é a hedionda (horrorosa) piada de homens frustados, inviris (não vigorosos), para converter as mulheres em travestis dos homens, em que os próprios homens se podem tornar.
Os homens são criaturas difíceis e incômodas --- mas valiosas. O cuidado e manejo criativo dos homens é tarefa engenhosa e bela.
Os que enganariam as mulheres quanto ao seu legítimo lugar, convertendo-as em homens, deveriam por fim entender que, por tal ação, estão destruindo não só as mulheres, mas os homens e também as crianças (que são homens ou mulheres que não atingiram ainda o crescimento completo).
Este é um preço muito alto a pagar por ser “moderno”, ou pela raiva mesquinha (pobre) ou despeito (desgosto misturado de raiva provocada por uma decepção ou pelo amor próprio ferido) de alguém contra o sexo feminino.
          As artes e perícias da mulher, a criação e inspiração, de que é capaz e que, aqui e ali, em lugares isolados em nossa cultura, ela ainda consegue efetuar, a despeito da ruína e decadência do mundo do homem, que se espalham à
volta dela, devem ser trazidos de novo e completamente à vida.
Estas artes e perícias, criação e inspiração fazem parte de sua personalidade. Assim como ela é criativa, é a beleza da humanidade. Então saberemos que atrás de um grande homem, NÃO está uma grande mulher.
         Está isto sim, ao lado ou até possivelmente na frente!
www.escritor.art.br
Celito Medeiros
Enviado por Celito Medeiros em 03/06/2005
Código do texto: T21708
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Celito Medeiros
Curitiba - Paraná - Brasil, 65 anos
21 textos (10512 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:37)
Celito Medeiros