Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PSICOGRAFIA

DUMA FORMA NÃO PLANEJADA, PRECOCEMENTE ENCONTREI O FIM SEM CAUSA. CONFESSO: NOS ÚLTIMOS TEMPOS, EU IA ESCUTANDO NIRVANA, LENDO BAUDELAIRE E PRINCIPALMENTE O "ALMOÇO NU", "JUNKY" DE WILLIAM BURROUGHS E PÁGINAS E PÁGINAS  DE CONFISSÕES, COMO UM ANGLO-AMERICANO ATIRADO EM MEU DIVÃ IMAGINÁRIO, REVELASSE SUAS EXPERIÊNCIAS ONIRICAS, PRETÉRITAS NA "DEGUSTAÇÃO DE ÓPIO". LOGO, TENTEI APLICAR, EMPIRICAMENTE, NA PRÁTICA, O QUE HAVIA INTERNALIZADO DE TANTAS E TANTAS "PÁGINAS QUÍMICAS".
MAL LEMBRO QUANDO MORRI! DEIXEI UMA CANETA SOBRE A MESA E UM POEMA IMCOMPLETO. UMA MENINOTA LINDA ME APROXIMOU, AFIRMANDO QUE PODERIA ME CONDUZIR. INDENTIFICOU-SE  "MORTE",  PROMETEU ME LEVAR DALI.
EU AINDA, EM LETARGIA SUPREMA, ACEITEI O SEU CONVITE. QUIÇÁ, MEU INCONSCIENTE REVOLTO, EXPLODIR-SE-IA A OUTROS ESTÁGIOS PSÍQUICOS, A PARTIR DALI?
O CAMINHO PARA O ALÉM ERA LONGO E CANSATIVO; NEBULOSO E ENFUMAÇADO. POR TABELA FIQUEI AINDA MAIS CHAPADO! SEGUI EMBRIAGADO, ESBARRANDO NOUTROS PASSANTES, OS QUAIS SE DIRIGIAM ÀQUELES LADOS. A MORTE GUIAVA TODOS EM ROMARIA. ALGUNS REZAVAM E AGRADECIAM, E PRANTEAVAM, E GAGUEJAVAM, E SUSSURRAVAM, E EU, E MUITO DOIDO, E CAMINHAVA, E PRÓXIMO À MENINA, ATÉ ARRISQUEI SEGURAR SUA MÃO. ZÉ MARIA É UMA LENDA! MORTE É CAPA DE REVISTA MASCULINA! INVESTI EM MARCAR UMA HORA, TALVEZ UMA CERVEJINHA! ELA SE MANTINHA ARREDIA. TÃO LOGO COMEÇEI A CONTAR  PIADAS. AS DE HUMOR NEGRO, LEVAVAM-NA POR QUASE SE URINAR ÀS GRAÇAS.
QUANDO CHEGUEI AO MUNDO QUE EM TERRA JÁ HAVIA ESCRITO NALGUNS VERSOS, PERCEBI UMA ENORME FILA! VÁRIAS CARAVANAS AGLOMERADAS, POSSUIAM O HORIZONTE, PERDENDO-SE ÀS MINHAS VISTAS. PENSEI ALTO E DUVIDOSO SOBRE ESTES CONCEITOS PROTESTANTES, AFRO-CRISTÃOS, BRASILEIROS. IDÉIAS EM QUE EU VIAJAVA NOS DIAS ÁUREOS, MACONHEIROS:

-"NOSSA, O INFERNO NÃO HÁ"!.. PENSEI..

UMA VOZ PAUSADA E BAIXA, DUM MENTOR CARECA, PEQUENO E FRANZINO SE VIROU A DIZER:

-"O INFERNO SEMPRE EXISTIU EM VOCÊ".

ERGUI OS BRAÇOS, AJOELHEI-ME AO ESCRITOR DOS BESTSELLERS DE AUTO-AJUDA, QUE TANTO O LI E MORRERA POUCO ANTES DE MIM. BEIJEI SEUS PÉS! EU EMPENHAVA PALAVRAS-DE-ORDENS À DESOBEDIÊNCIA CIVIL NAQUELE VIÉS. ATÉ QUE A FORÇA DO ANJO-SEGURANÇA, SUADO, FORTE E BEM MÁSCULO, DE ASAS PEQUENAS E TALVEZ VIESSE A SER UM SECUNDÁRIO NAQUELA HIERARQUIA ESTRANHA, AGARROU-ME BERRANTE PELOS BRAÇOS:

-"LEVANTA FILHO DA PUTA"! –

LEVANTEI FORÇADO, GOLPEADO POR SUAS GRAVATAS. LOGO ENTREI NA FILA EXTENSA E FIQUEI AO AR DA ESPERA.
PASSADO ALGUM TEMPO, VEIO ORDENANDO UM OUTRO “ANJO-ÁRMARIO”:

-"ATENÇÃO, OS ENTES FALECIDOS DE CAUSAS NATURAIS, MANTENHAM-SE ONDE ESTÃO; OS QUE, RECÉM-CHEGADOS, EM VIRTUDE DE HOMICÍDIOS E ACIDENTES, FORMEM UMA OUTRA FILA BEM À ESQUERDA; OS SUICIDAS, COMPONHAM UMA NOVA À DIREITA".

TODOS CUMPRIRAM OS PROCEDIMENTOS, CADA QUAL, ORGANIZAVA-SE CONFORME SUA RESPECTIVA CAUSA-MORTIS. EU PERMANECI AO MEIO, JUNTO AO GRUPO, CUJO VIA-ÓBITO, VINHA PELO DESENCARNE NATURAL. ATÉ QUE UM OUTRO DAQUELES, "ANJOS DE ACADEMIA", NUM SUSTO, DEU-ME UM EMPURRÃO. FUI ATIRADO À SELETA FILA DE SUICIDAS:

-"MAS EU NÃO ME SUICIDEI, CARALHO"!..  RESMUNGUEI

UM DOS QUAIS, POUCO ANTES, AGREDIRA-ME, PERGUNTOU-ME O NOME E COM UMA QUILOMÉTRICA LISTA, AVERIGUOU MEU CASO, REAFIRMANDO QUE EU TERIA DE PERMANECER ALI! EU REPLICAVA, ALEGANDO ERRO DE CADASTRO, POIS NÃO TINHA OS PULSOS CORTADOS! MAS FUI ENVOLVIDO EM SESSÃO DE PORRADARIA COLETIVA, DA PARTE DAQUELES "PM´S DO OUTRO LADO". CLARO, ALÉM DE ESPANCANDO, FIQUEI CALADO.
DEIXEI-ME ESTAR QUIETO, OBSERVANDO OS LADOS. EU FLAGRAVA POLÍTICOS TENTANDO SUBORNAR SEUS DEMAIS, ALMEJANDO CONSEGUIR POSIÇÕES MAIS ADIANTADAS NAS FILEIRAS; VIA ARTISTAS REVOLTADOS; OUTROS HOMENS DESESPERADOS; A ESTIRPE, NA QUAL EU ME ENCONTRAVA, ERA UM VERDADEIRO TERROR EM FORMA DE SHOWS GRATUITOS E ESPETÁCULOS DE VANGUARDAS. HAVIA MUITOS "BONECOS" CARBONIZADOS; CRÂNIOS ROMPIDOS POR BALAÇOS; GENTE ESMAGADA EM ACIDENTES AUTOMOBILÍSTICOS PROPOSITAIS; E ENES OUTROS CASOS. EU PERCEBI  À MINHA FRENTE, UMA GAROTA PÁLIDA, OLHEIRAS FUNDAS, SOLTANDO SANGUE PELAS NARINAS. MAS DO PESCOÇO PARA BAIXO, A ADICTA ERA GOSTOSINHA! EU JOGARIA UMA IDEIA RALA E ERA SÓ LHE COBRIR À CARA, TAPAR SUAS NARINAS E A GENTE IA!
A FILA NÃO ANDAVA. O POVO RECLAMAVA. FICAMOS SABENDO QUE NAQUELE MOMENTO CHEGAVA A VEZ DO EX-PRESIDENTE GETÚLIO VARGAS. ALGUÉM DIZIA:

-"ISSO É PRAGA"!.. EU TAMBÉM RECLAMAVA...

 FIQUEI ESPERANDO, ESPERANDO, E ESPERANDO. ACHO QUE PELO CONVENCIONAL CALENDÁRIO GREGORIANO, AQUELA FILA DEVE TER DURADO UNS CINCO OU DEZ ANOS. MAS CHEGOU MINHA VEZ! O QUANTO ESPEREI! JUSTAMENTE, QUANDO EU TINHA A PRIORIDADE DO ATENDIMENTO, UM ANÃO ME PERGUNTOU O SOBRENOME:-"OLIVEIRA", RESPONDI. ELE DIGITOU NO COMPUTADOR, PONTUOU COM UMA VÍRGULA, E ESCREVEU MEU PRIMEIRO NOME, E NA TECLA “ENTER” DE SEU TECLADO, DEDILHOU. APARECEU ENTÃO: "OLIVEIRA, R. P.", COM DIREITO AOS CÓDIGOS DE CATALOGAÇÃO E NÚMERO DE REGISTRO AUTORAL. ENTÃO PENSEI:- "NOSSA"!... O ANÃO DISSE:

-"O HOMEM É AUTOR DE SEU PRÓPRIO LIVRO".

PORÉM, ORDENOU QUE EU ME SENTASSE NUMA SALA DE ESTAR PARA AJUSTAR AS CONTAS COM DEUS. ELE ESTAVA COM O ANALISTA NA EXATA HORA E, FORA DO HORÁRIO DE CONSULTAS.
SENTADO HÁ ALGUNS ANOS, MINHAS NÁDEGAS JÁ DAVAM SINAIS DE INCÔMODO: -“DEMORA DO CACETE!.. IGUAL AO SERVIÇO PÚBLICO”!.. RECLAMEI... ATÉ QUE CHEGOU O VELHO PARA ACABAR COM MINHA AGONIA. SAÍA O CHEFE-MOR UNIVERSAL DO CONSULTÓRIO PSICANALÍTICO, EM COMPANHIA DE SIGMUND FREUD, CUJO ACONSELHAVA: -"NÃO RESISTA! SUAS PULSÕES RECALCADAS QUEREM APARECER, MAS O SENHOR NÃO TRANSFERE"!...CONTINUOU..."VOU ESTUDAR SEU ÚLTIMO SONHO COM MAIS CALMA E REPITO, ACEITE DE VEZ SEUS COMPLEXOS E DEIXE JORRAR SEUS ÍMPETOS PARA NOSSO TRABALHO FLUIR"...
DEUS, ACOMODOU-SE AO TRONO CELESTIAL, AINDA SOB CRISES. OU MELHOR,  NA PAÍS EM QUE VIVI, ERAM CONHECIDOS COMO RESULTADOS, SUAS REAÇÕES NEUROLÓGICAS, OU ESTAS PORRAS QUE AGEM NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL, VULGARMENTE, COMO “MORDER ORELHA”:

-"NÃO, NÃO É POSSÍVEL!.. EU NECESSITO MESMO DE ANÁLISE!.. SÃO QUASE DEZ BILHÕES DE ENCARNADOS, FAZENDO PEDIDOS TODOS OS DIAS... É A MÃE PEDINDO PELO SUCESSO PROFISSIONAL DO FILHO; O VAGABUNDO QUERENDO GANHAR NA LOTERIA; O DEPUTADO, FAZENDO ORAÇÕES, MACUMBARIAS PARA PERMANERCER NO CARGO; O BABACA QUERENDO VER SEU TIME VENCEDOR DO CAMPEONATO; E ESSA IMENSIDÃO DE ESTORVOS ESQUÁLIDOS, QUE TODO SANTO DIA DEVO JULGUAR"!.. BATIA OS PÉS NO CHÃO, SOCAVA OS BRAÇOS DO TRONO E VÍAMOS SUA AGUDA VOZ ENFRAQUECIDA DE TANTA TANTA FORÇA, SALTANDO-LHE PARA FORA ÀS VEIAS E AVERMELHANDO SUA PELE ALVA. PAUSOU E POUCO MAIS CALMO, PROSSEGUIU... "QUALQUER HORA, OU TOCO UM FODA-SE, OU PIRO"!..

DEUS PONDEROU E PERGUNTOU AO ANJO GABRIEL POR ONDE ANDAVA JESUS CRISTO. O SUBORDINADO, SERENAMENTE, RESPONDEU DE SEU HERDEIRO ESTÁ PELA TERRA JUNTO AO PRIMO - JOÃO BAPTISTA-, CEDENDO ÀS TENTAÇÕES IMEDIATAS DA VIDA:

-"É UM IRRESPONSÁVEL, AQUELE MALUCO INSENSATO"!

ENTÃO ORDENOU QUE EU ME APRESENTASSE:

-"FALA  ‘AE CUMPADI’!.. ‘COÉ A BOA’"?

O SENHOR BATEU SEU CAJADO NO CHÃO, MUITO PUTO:

-"COMPADRE NÃO!.. NÃO LHE DOU ESSA INTIMIDADE, IRMÃO!.. VOCÊ NÃO BATIZOU MEU FILHO, PORRA"!

PERGUNTEI-O QUE ME LEVOU A  SER CONSIDERADO SUICIDA. NÃO QUERIA MORRER, E POR QUÊ? E O HOMEM ME DEU RAZÃO:

- "NÃO, VOCÊ TÁ CERTO SIM!.. FOI UM 'PELINTRA' EXEMPLAR!.. EXAGEROU NO 'FIQUE-BEM' E ESTAMOS AQUI"!..

ASSIM, ARGUMENTEI AO MEU FAVOR ALEGANDO:

-"TENHO BOM CORAÇÃO"!

DEUS ME FITOU A APONTAR O INDICADOR E IRONICAMENTE OBSERVOU:

-"BOM CORAÇÃO, IMPREGNADO, DEVASSADO EM  MUITA PERVERSÃO E SUBVERSÃO"!..

JURO, ATÉ PENSEI EM RESPONDÊ-LO COM GESTOS OBSCENOS. MANDÁ-LO TOMAR NO CU; FODER-SE; ALGO ASSIM!  MAS NÃO SE TRATAVA DE DONOS DE BOTEQUINS, OU ALGUÉM DA MARGINÁLIA QUE EU SEMPRE LIDAVA POR AÍ. DAÍ,  IMPRIMIU-SE UM VEREDICTO, E DEUS SORRINDO INDAGOU:

-"VOCÊ É MALANDRO"?..

HUMILDEMENTE RESPONDI QUE NÃO PASSAVA DE UM RÉLES OTÁRIO. GABRIEL LEU MINHA SENTENÇA COM AR DE GRAÇA:

- "O OTÁRIO VAI TER DE EM TEMPO PURGAR"...

EU CONCLUI FELIZ:-"PURGAR?! ATÉ QUE NÃO É RUIM"! DEUS CONTINUOU:

-"DEPOIS VAI REENCARNAR"... E TIVE DE SER CONTIDO PELOS GUARDAS DO PALÁCIO. DESESPERADO SUPLICAVA:-"REENCARNAR NÃO"!..

OBS: MEU RELATO PSICOGRÁFICO ATRAVÉS DE UM MÉDIUM QUALQUER.
RODRIGO PINTO
Enviado por RODRIGO PINTO em 04/06/2005
Reeditado em 27/01/2012
Código do texto: T22000

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (RODRIGO PINTO). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RODRIGO PINTO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 98 anos
316 textos (19099 leituras)
2 e-livros (908 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:49)
RODRIGO PINTO