Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pra sempre voce me perdeu

Te  deixo em paz. Voce so me faz sofrer. Estou muito magoada e decepcionada. Era so ter dito a verdade e não ter mentido pra mim. Deixe-me com minha dor que vai passar. Voce não é um troféu que eu deva ficar sempre atrás. Se você não sabe, as coisas so funciona com 2 pessoas.  As minhas palavras, tudo que faço nao tem efeito em voce por que voce nunca teve amor e nem coração. Pra sempre voce me perdeu. Eu acreditei que fosse um outro homem... Acreditei que pudesse sentir, lembrar ou ter saudades de mim. MAs voce é insensível. Nao se importa e nao se incomoda. Por que acha que gostei de você?  Eu tinha esperança que fosse um outro homem.  Voce nunca reage. Não se mobiliza e nem sabe passar carinho. Voce é muito bruto.  Nunca podera ter uma mulher como eu. So me escreveu com medo das minhas ameaças. A sua sensibilidade não existe. Voce não existe por que homem como voce é feito de pedra. Acredito que nem saiba chorar, por que voce nao sente. Nunca sentiu nada. Acredito que tenhas raiva ou vergonha de mim so por que escrevi sobre seu aniversário. Queria que fosse algo diferente, por que gostava de você... E agora voce me faz chorar. É sempre assim. Se a sua preocupação é com medo de fazer algo em voce, nao se preocupe com isso. Nunca fiz nada, e nao vou fazer. Minhas cartas e meus texto SEMPRE vou continuar a escrever. Apenas com marcas de decepção por um alguém que acreditei. Amanhã vou devolver até o presente que tinha comprado pensando em você.
 Por favor, nao olhe mais pra mim e nao me procure mais.
 
Adeus
Henriqueta Pereira
Enviado por Henriqueta Pereira em 06/05/2010
Código do texto: T2241486
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Henriqueta Pereira
Salvador - Bahia - Brasil, 35 anos
234 textos (102711 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/12/14 00:04)
Henriqueta Pereira



Rádio Poética