Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão Triste

Quando se sente mau, queremos morrer, enterrar a cabeça em algum lugar, e não sair nunca mais. Pode até ser isso, pode ser outra coisa. Quando se esta confuso, e a vida começa a te dar pontapés, e viramos uma ironia de tudo que é dito. É quando se descobri que tudo aquilo que você acredita, é apenas um sonho, e esse sonho se torna um pesadelo, porque na verdade ele não existe, é quando se descobri que as pessoas se tornam individualistas sem motivo, só para proteger a si mesmas, esmagando e anulando qualquer tipo de sentimento que possa valer alguma coisa. Então começo a chorar, só o que tem restado, são só lagrimas, terríveis e imbecis lagrimas, dói mais do que qualquer ferida aberta, dói o peito, dói o corpo, fere a alma, machuca tudo. O meu silêncio, me consome. A solidão esta acabando comigo, não consigo sair dela, parece um labirinto vazio, não consigo encontrar paz, sinto falta de um pouco de carinho, de deitar em um colo, e sentir uma mão caridosa em meus cabelos, só gostaria disso no momento, mais nada, parece muito, parece difícil. Tudo, tudo anda tão complicado. Os desejos simples, parecem tão complicados para as pessoas. Um pouco de afeto é o que peço, é o que desejaria neste exato momento. Para que?, eu me pergunto, o afeto tem se tornado tão complicado em minha vida, todas as pessoas que tenho mendigado este sentimento, me atiraram pedras, pode até ter sido sem querer, mas machuca, dói profundamente, não agüento mais viver assim, essa é a verdade... não sinto mais vontade de viver, tudo tem se tornado tão frágil ao meu redor, não quero mais chorar, socorro!, dói muito, ando muito fraco, atormentado... gostaria de poder sorrir de novo, sem mentir à minha alma, parece que ela já esta adormecida a tanto tempo, que nem sinto mais felicidade... Estou só, vivo só, ando só... Um até logo a tudo, seria a solução, talvez...! estou mau!...
MERCUTIO
Enviado por MERCUTIO em 28/08/2006
Código do texto: T227559

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MERCUTIO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 39 anos
54 textos (6616 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:33)
MERCUTIO