Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

04 - Ao prezado Amigo

04 - Araçatuba, 22 de agosto de 2006

    Prezado "Amigo",

        Enviei-te ontem uma carta (sei que você ainda não recebeu) e hoje outra - se houver atrasos dos Correios receberás ambas juntas. Espero que ambas encontre-o bem de saúde e com paciência em ler o que escrevo - que, às vezes, é uma chatice. Mas amigo é pra essas coisas... E não se chateie comigo.

        Como na carta que te mandei ontem falei sobre o problema do 'adolescer' da nossa juventude, hoje continuo no mesmo assunto. E, para piorar, as perguntas estão mais diretas. Se você me entende, parece que eles estão querendo respostas através dos textos que escrevem e, alguns mais ousados, questionam-me sem rodeios... Outro dia perguntaram-me: 'Professor, temos uma pergunta que não quer calar...' - já esperei por coisas do adolescer. E foi dito e feito! Acrescentei: 'Manda, estou todo a ouvir...' Fizeram um pouco de rodeio e chegaram diretamente onde queriam.

        Tratava eu no momento sobre como desenvolver uma crônica. Li algumas, comentei-as e propus que cada um fizesse uma - e acrescentei, ainda, que na minha hp tinha várias que eu havia escrito. E citei algumas e, entre elas, uma que gosto muito que fala sobre a alça do sutiã...

        E, voltando ao assunto, perguntaram: 'Se você diz que o sutiã foi criado para auxiliar as mulheres que possuíam seios enormes evitando que as tais tivessem problemas na coluna, então, pra que criaram a calcinha e a cueca?'

        Pensei, pensei e rapidamente achei uma resposta... Não sei se os convenci (e para tua ciência: escrevi uma crônica sobre o assunto) - espero que você a leia lá na hp. Então, prezado amigo, pense rapidamente no que é adolescer e escreva-me. Aguardo uma resposta sua para auxiliar-me.

        Ah, e não se esqueça de ler a crônica que fiz, está lá hp. E como na de ontem, faço ponto logo ali adiante: após a assinatura.

        Seu amigo Pece - que anda preocupado com o 'adolescer'.

Prof Pece
Enviado por Prof Pece em 30/08/2006
Reeditado em 17/08/2014
Código do texto: T228452
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Prof Pece
Araçatuba - São Paulo - Brasil, 45 anos
243 textos (25945 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:41)
Prof Pece