Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA CARTA PARA MEU PAI... E TAMBÉM PARA MINHA MÃE.


¨Só morrem aqueles que não são lembrados¨


Pai faz tempo que não falamos, faz tempo que não nos vimos, tanta coisa para contar, tanta coisa para te pedir conselhos.
Primeiro quero dizer que envelheci cinco anos depois de tua partida, não envelheci só no corpo, mas também na alma, hoje minhas gargalhadas que o senhor ria delas por acha-las escandalosas, ainda existem, mas não saem das profundezas de minha alma e de meu coração,ela apenas soa em alguns momentos que precisam soar, só para que as pessoas não me chamem de amargas, por não saber sorrir.
Envelheci, também, porque tenho medo sonhar, hoje, até penso em fazer certas coisas no futuro, mas deixo que o dia amanheça e as oportunidades apareçam para poder concretizá-las,  pois tenho medo do amanhã, por que você não está ao meu lado para segurar minhas mãos, enxugar minhas lágrimas e dizer  ¨filha D ´us proverá ou  então recitar o salmo de David, 23, ai eu encostava minha cabeça nos seus ombros e você me abraçava, acariciando meus cabelos, quando saia dali me sentia mais fortificada, mais corajosa para enfrentar as adversidades da vida.
Quero contar sobre teus netos, os teus ¨bruzinhos¨, o Bruzudanga Bruzo, ( Henrique), está um homem lindo, um bom filho, se formou em fisioterapia, casou e sempre lembra de seus ensinamentos. O Bruzo tem cuidado de mim, acho que às vezes ele mais meu pai que mãe dele.
O Bruzinho(David), também se tornou um rapaz lindo, mas pai, esse é sábio, está estudando numa Yeshivá em São Paulo, vai se tornar rabino, já pensou pai, aquele teu Bruzinho, magricelo, que vivia no mundo da lua se tornar rabino!? Sabe pai, eu acho que ele vivia no mundo da lua, porque ele estava conversando diretamente com D´us, aprendendo que sem ELE, não somos nada, e que a fé remove montanhas, então depois que o senhor partiu, ele ficou em seu lugar, ensinando que não desistamos de nossos sonhos, e que assim como o senhor, ele diz quando me vê triste, ¨mãe não fica triste pois o amanhã D´us proverá. ¨
E a Polyanna(sua princesinha), pai, essa realmente se tornou numa princesa, também depois que o senhor partiu, ela foi estudar primeiro em Israel e depois em São Paulo,  e a cada dia pai,  se torna uma mulher, integra sábia, centrada, que as  vezes inverte o papel, quando se torna minha mãe,  e mesmo distante, cuida de mim e me protege.
Pai, tenho mais coisa para dizer mas deixo para depois.
Haaa! Pai ia esquecendo de dizer, aprendi a procurar nos Códigos, e nos livros as dúvidas, pois  foi assim  que o senhor me ensinou quando queria saber algo, o senhor dizia¨ filha pega o livro, nele está a resposta ¨, só não aprendi ainda os números de todos os artigos, que o senhor sabia decorado, mas quem sabe um dia aprendo.
Pai neste domingo, se comera o dia dos pais( 14/08/05), não vamos estar juntos para comemorarmos, não vou dizer que é fácil para mim não ter você ao meu lado, mas saíbas que você nunca deixou de estar presente dentro de minha alma, dentro de meu coração, você não foi só um pai, muitas vezes você fazia o papel de mãe, quando ainda pequenina me dava banho, brincava de boneca comigo. Não esqueço que o senhor me deu o primeiro creme hidratante que se chamava  ¨creme de leite de aveia¨ e que mandava eu limpar meu rosto com leite de colônia.
Sabe pai, sinto falta, de tantas coisas pequenas, como das tardes que ficávamos sentados ao seu lado enquanto o senhor tocava acordeom, quando íamos passear de carro nas estradas e parávamos para comprar frutas,das broas que o senhor trazia da feira, e aquela banana maçã pai!? Hummm pai hoje a banana maçã não tem o mesmo sabor do que o senhor trazia ,  pois são enxertadas.
Sinto saudades quando ficávamos assistindo televisão de mãos dadas, e também não esqueço quando mamãe se foi, no lugar de eu te dar forças foi você que segurou minha barra.
Pai, ler esta carta junto da mamãe,  sei que ela está ao seu lado, pois ela foi antes para preparar um lugar bonito,  e te esperar na porta para continuarem a se amarem  assim como se amaram aqui na terra. Dá para ela meus parabéns também pelo dia dos pai, pois ela também foi pai, quando saia para trabalhar de manhã e só voltava a noite, que capinava o jardim, que pintava as paredes, para economizar dinheiro para colocar na poupança, e construir as casas, diz para ela que valeu a  pena,  pois é através dos alugueis que recebo é que na maioria das vezes que consigo sobreviver pois a advocacia é instável.
Diz para ela também que continuo assistindo a Hebe Camargo, ela continua a mesma, acho que ela dormi no formol.
Bem pai, quanto aos conselhos esse eu faço em pensamentos e você responde em sonhos, por falar em sonhos pai, vem me visitar  e traz contigo a mamãe, para batermos um papo e amenizar as saudades. Não esqueçam que mudei de casa, hoje moro num apartamento pequenino, pois aquela casa onde vivemos juntos e fomos felizes, depois que você e mamãe se foram e os meninos saíram de casa, ela se tornou muito grande  só para mim, mas  sabe pai,  não é o tamanho físico do lugar que se torna grande, mas, sim a importância de cada pessoa que lá habitava,  e em sua ausência tudo fica vazio  e sem sentido, hoje morando neste apartamentinho, mesmo assim,me sinto como se estivesse num lugar grande, pois meu interior está vazio, com saudades do tempo vivido com toda a família junta. Mas que é preenchido pelas lindas lembranças, pois essas carrego comigo aonde vou.
Pai, mãe, fiquem em paz, e espero que D`us dêem a vocês elevação espiritual, para se tornarem cada vez mais espírito de luzes.
MARIEL BENAION
Enviado por MARIEL BENAION em 03/09/2006
Reeditado em 12/06/2013
Código do texto: T231717
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MARIEL BENAION
Manaus - Amazonas - Brasil
110 textos (15153 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:49)
MARIEL BENAION