Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

*ÚLTIMA CARTA DE AMOR*

    DEFINITIVAMENTE,

RIO  SETEMBRO DE 2006.


  SINTO AGORA,UM GRANDE VAZIO EM MEU PEITO.
 
  LEIO E RELEIO ESSAS PALAVRAS...ONDE ANDA A SAUDADE;

 ESSA É MINHA ÚLTIMA MORADA,Á MUITO VENHO TENTANDO ESCREVER
 
 TALVEZ POR TEIMOSIA,OU MESMO FALTA DE CORAGEM.

LONGOS ANOS SE PASSARAM;TUDO PASSOU,MENOS O QUE SINTO.

 TÃO PRESENTE DESDE A PRIMEIRA VEZ,QUE MEU OLHAR TE AVISTOU

TENHO QUE ACREDITAR,QUE O AMOR SÓ PODE SER ETERNIZADO.

JAMAIS VIVIDO;APENAS CONTIDO.DEDICADO UM PEQUENO ESPAÇO,

NO CORAÇÃO  E TRANSBORDAR DE PAIXÃO.

É COMO PROCURAR ANOS A FIO;SOMENTE EXPLICAÇÃO!

POR QUE MEU AMOR É IMPOSSÍVEL?

ESSAS PALAVRAS FORAM JOGADAS NOVAMENTE... AO VENTO;

MAS NEM O TEMPO TROUXE A RESPOSTA.

ps*por favor quando eu partir,ao invés de flores;
pique em pedacinhos todas as cartas de amor e jogue em mim.====================================================
   
                COM CARINHO SUA ADORADA POETA.
     
DIANA Lee
Enviado por DIANA Lee em 04/09/2006
Reeditado em 05/09/2006
Código do texto: T232251

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DIANA Lee
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (11306 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:18)
DIANA Lee