Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta de uma aluna para a professora






"Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar"
                                                                                   (Esopo)




“Para:

Alguém especial... você!


D. Maricília... te adoro muito... você é uma pessoa especial...
Quando estou triste você me alegra...
Quando estou cansada de chorar... você fala para não desistir...
Olhar para frente... deixar no passado os comentários maldosos...
Eu sei que você é amiga... te adoro!
Desejo que Deus te acompanhe aonde você for... nas horas mais difíceis que você tiver que enfrentar... Faça como você diz para mim... Não olhe para trás... Erga a cabeça e olhe para frente!”




(É... o Amor é uma arma que verdadeiramente não falha!)



Minha resposta:

-Querida... você é que é especial!

-Obrigada pelo carinho.

-Receba meu abraçoooo...



Como Sócrates: "Só sei que nada sei", porém, todos os dias aprendo um pouquinho... Isso eu sei!



Nota: Esta menina é muito carente, destituída de beleza física, o que faz com que seja excluída; todas as vezes em que se encontrava triste eu a animava e no dia (mal) em que me encontrei na mesma situação, eis que me deparei com esta surpresinha: "... faça como você diz para mim..."

- Agradeço aos Céus por ter feito a escolha certa!


"PROFESSOR... PROFISSÃO AMOR

P.rofissional do ensino-aprende-ensina
R.eluzente-pessoa-destaque
O.pinião formada-vital-personalidade
F.amília-orientador-pai
E.ssencial-amor-mãe
S.umo-presente-direção
S.ábio-futuro-profissão
O.fício-leitura-escrita-missão
R.eflexão crítica-cidadania-visão"

(Maricília Lopes da Silva)



"Se fosse ensinar a uma criança a beleza da música não começaria com partituras, notas e pautas. Ouviríamos juntos as melodias mais gostosas e lhe contaria sobre os instrumentos que fazem a música. Aí, encantada com a beleza da música, ela mesma me pediria que lhe ensinasse o mistério daquelas bolinhas pretas escritas sobre cinco linhas. Porque as bolinhas pretas e as cinco linhas são apenas ferramentas para a produção da beleza musical. A experiência da beleza tem de vir antes".
                                                                         (Rubem Alves)


Maricília Lopes Silva
Enviado por Maricília Lopes Silva em 06/07/2010
Reeditado em 14/03/2012
Código do texto: T2362598
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maricília Lopes Silva
Guará - São Paulo - Brasil
533 textos (38264 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/12/14 02:40)
Maricília Lopes Silva



Rádio Poética