Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À Eliza,

Eliza,

De maneira nenhuma embanana-te as idéias, elas que são embananáveis mesmo. Não acredito de jeito algum que alguém tenha o bem ou o mal dentro de si. Não acredito que Bem e Mal são forças que influenciam as pessoas e essas aceitam um ou outro com maior ou menor facilidade. Puramente cara pessoa tem sua ética de conduta. Se ela é ligada a moral, que determina o que é melhor ou pior como se fossem dois baluartes que se opõe é diferente. Acho que cada pessoa se liga mais ou menos a esses pilares de acordo com uma série de fatores, educaionais, mentais, psicológicos, sociais etc.

Se uma pessoa tem concepções que propiciam-na a ser egoísta e ela é, não vejo como essa pessoa possa ser culpada em grande parte do que ela é. Ninguém escolhe o que é. Escolhemos como agir, mas agir fora de como somos é muito difícil. Não tento justificar quase nada, só tento compreender que é o que me cabe. Todos somos muito fracos e crer na fraqueza do outro como pior que a nossa é crer-se importante demais. Cada um vive como pode.

Dê amor, sem esperar nada em troca, difícil, tende ao impossível, mas é o que poderia ser feito para evitar ilusões e decepções. Quem não concordaria que todas essas expectativas não seriam aí, fruto de nossas próprias ilusões? Viver na realidade, no mundo cru, no mundo egoísta é muito pior, mas muito mais verdadeiro e quem é capaz de amar em um mundo egoísta há de ter muito mais méritos que quem ama em um mundo de amores. Amar teu pai é fácil, difícil é amar o pai do próximo.

Tampouco acredito em qualquer religião. Posso até aceitar a religiosidade individual, mas as religiões só nos fazem crer em ilusões. Deus existe? Quem prova? Pelo sim pelo não fico em cima do muro. Não falo que ele não existe, mas não vou depositar minha fé nisso também. Ajo diariamente com o máximo de boa vontade e bem aventurança que me é capaz. Se isso é o melhor? Cada um vive como pode. Prefiro o mundo desnudo de ilusões. A fé é ilusão de crer em algo que não se sabe. No fundo católicos, muçulmanos, taoístas, budistas (um tanto menos) são iguaizinhos aquelas pessoas que crêem em UFOs e vivem sua vida devotando a causa deles. Qualquer causa aceita com demais importância é prejudicial.

Creio que por mais católicas que as pessoas possam ser eu as vejo muito mais afastadas da mensagem de Cristo tanto quanto elas se dedicam a ser como ele. O amor de Cristo era incondicional. O erro de todos é querer seguir o exemplo dele. Ele é uma referência, somos tão diferentes de um Cristo, um Buda, um Moisés quanto cremos. Desejar alcançar a condição de Cristo é crer-se imperfeito e buscar a perfeição. Somos perfeitos! Já e agora. Tudo que é, é perfeito. A perfeição está em nós, na nossa realidade. Ela é. E isso, mais cru ainda que o mundo egoísta é o mundo indiferente. O mundo que estamos é. Ele existe. E nada, ninguém, nem mesmo Ele pode provar a que se presta nossa realidade. Se Deus é a causa de tudo o que causa Deus? Ele não pode sair de sua divindade e provar que ela é verdadeira e certa. Por demais pormenores eu prefiro não ter fé e crer. Prefiro ser lúcido o suficiente para a humilde constatação que tais perguntas são por demais inalcançáveis agora e que devemos viver somente com o que temos. Viver com o que não temos? Por demais desperdício de vida.

Bj

leandroDiniz
leandroDiniz
Enviado por leandroDiniz em 24/09/2006
Reeditado em 25/09/2006
Código do texto: T248054
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
leandroDiniz
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
260 textos (273045 leituras)
3 e-livros (430 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:48)
leandroDiniz