Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor,

     Quanta paz sinto em meu coração que andava tão triste e cheio de saudades... Noites insones, dias intermináveis e finalmente, você voltou pra expurgar a tristeza que a distância me causa. 
     Como as flores que estão se abrindo para colorir a natureza, assim você, surgindo num repente, veio pra colorir meus dias e fazer das minhas noites um aroma de amor. Você é meu lenitivo, minha paz, meu sol...
     Hoje, vida minha, não me preocupo com a retórica pra escrever esta carta. Deixo apenas que minh'alma fale o que meu coração está a sentir.      
     Felicidade... é isso: amar e sentir-se amada; estar no pensamento de quem amamos; sentir um arrepio quando nos encontramos...
     Muitas vezes, a emoção do reencontro nos leva a momentos de silêncio... e nesses, nossas almas se tocam e nos dizemos ao mesmo tempo: te amo! É a transcendência do amor... 
          Te busco em pensamentos, te sinto ao meu lado e nesse instante, meu corpo vibra de emoção. Sentimentos se misturam... quando busco a felicidade em mim, é você que eu encontro.
     Se um dia este amor nasceu, já não pode mais morrer... adormece apenas, para no segundo seguinte despertar mais lindo e indizível. 
     Para terminar, me permita amor, colocar aqui uma frase tua:
 
"... o que sinto por você é angustiante às vezes. Faço tudo pra sufocar esse sentimento "confuso" e de vez em quando ele TRANSBORDA e me sacia delicadamente. Me renova, me enlouquece. Mas, me deixa completamente feliz!"...

     Te amo pra sempre... como sempre!!




Enviado por Sô em 24/09/2006
Código do texto: T248072

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Arapongas - Paraná - Brasil
56 textos (14772 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 11:00)