Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caixinha de surpresa...presente de Natal


 
Caixinha de surpresa...presente de Natal...
Eneida de L. Lemos ( 14/12/05)
 
Talvez esta não seja a melhor época para se falar em  despedida, mas a nossa vida é feita de caixinhas de surpresa, cada dia que vivemos abrimos uma diferente.
Dentro temos todos os presentes possíveis e imagináveis, bons e ruins ...Podemos receber muito amor, muita paz, muita felicidade.
Ou se formos premiados pela vida, podemos receber muita dor, tristeza e saudade.
Quando te conheci, você era minha caixinha surpresa da felicidade, meu presente de natal adiantado, pois desde o dia em que te vi, me apaixonei, esperei calada e em um dia de Dezembro, você veio e eu intensamente te amei...
Nunca trocaria você por ninguém, pois mesmo cociente que não eras meu totalmente, eu fui tua no mais amplo sentido da plenitude que se possa amar alguém. Pode-se dizer o que for, mais foi sempre por ti que eu esperei.
E agora,nova caixinha me chegou de presente de Natal... Dentro dela o pior presente que se possa receber, A tristeza, A solidão, e muita dor.
Até a esperança foi-se embora embora desta vez, quando esta caixinha de surpresa se abriu diante de meus olhos.
E não existe maior dor, do que a quem vem acompanhada da desesperança. Pois tomamos a consciência da perda total.
Todos os sentidos de vida desaparece como num passe de mágicas...Se perde o apoio do chão...
Se passa a andar fora da realidade, em um mundo escuro, triste , feio, onde a luz não tem vez, lá não se ouve um sorriso, só gritos de almas como a minha cheia de dor.
Onde o prazer só se encontra em chorar, tentando de dentro da gente esta dor arrancar.
Pois uma grande escuridão passa a habitar dentro de nossa alma e a atormentar nosso coração.Tantos são os pontos de interrogação?
Foi assim comigo, na hora em que minha caixinha de surpresa se abriu diante de meus olhos, e eu recebi meu presente de Natal...
E é exatamente assim que me sinto, e não estou conseguindo suportar calar esta dor, e  conscientemente sei que estou me destruindo, para tentar destruir voce em mim.
A desesperança acompanhada da certeza do fracasso, nos torna, frágeis e sucessíveis a viver da saudades, trancada em um mundo de lembranças, onde a  felicidade não tem mais como entrar.
Consciente de tudo isso, nada mais se há de fazer, a não dizer adeus, conformada com a minha caixinha surpresa de presente de Natal.
Eneida L Lemos
Enviado por Eneida L Lemos em 26/09/2006
Código do texto: T249455
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eneida L Lemos
São Paulo - São Paulo - Brasil
115 textos (4224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:38)
Eneida L Lemos