Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Fome

Bendita distância essa que ás vezes nos separa!
Pode aumentar a saudade, mas certamente aumenta a paixão...
E essa paixão, á medida que cresce, faz crescer também a fome que me devora, e o único alimento que me sacia é você.
E quando nos encontramos, é essa a razão de eu te mroder os lábios: a fome.
E tomare que esta fome não acabe nunca, que ela se torne insaciável, pois assim poderemos procurar vários meios de matá-la...
Mas o sentimento que tenho por ti não é apenas uma coisa aparentemente carnal.
Não, é mais que isso.
É que eu não tenho vontade de falar os velhos clichês, como:
de que eu morreria por você, de que você me completa,etc...
Mas que não deixam de ser verdadeiras.
O que eu quero dizer é que antes de você aparecer na minha vida eu estava no fundo do poço, eu estava perdida na mais profunda escuridão, e você me tirou de lá.
Paula Pimentel
Enviado por Paula Pimentel em 28/09/2006
Código do texto: T251816
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Paula Pimentel
São Paulo - São Paulo - Brasil, 26 anos
4 textos (477 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 11:57)
Paula Pimentel