Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERDOE-ME






             
                  PERDOE-ME
     

Talvez eu tenha que passar um bom tempo me perguntando  e por ter me enganado.

Por ter  encontrado uma mulher romântica, mas senhora de si. Perfil esse que assusta a maioria dos homens, mas que  na verdade é muito encantadora.

Perdoe-me pela minha volúpia, por me deparar com alguém tão sensível à poesia.

Perdoe-me pela minha fragilidade que aos 44 anos não ter percebido que entre quatro paredes nem tudo vale quando se estar diante de alguém que se julga simplesmente maravilhosa e, me comportar como uma criança diante de tanta coisa gostosa a degustar.

Perdoe-me por ficar triste ao perceber que o que se passou, passou tão depressa e não sobrou nem a amizade para podermos dar gargalhadas de coisas tolas, ao passearmos pelo calçadão, ou tomando-lhe o seu suco como bons amigos.

Perdoe-me por ter-me feito tão feliz por alguns momentos, mesmo que a   recíproca não tenha sido verdadeira.

Perdoe-me por ser indelicado, insensível, irresponsável, confuso e inseguro.

Perdoe-me, por não ser tão ideal, pelas fantasias que não realizei, pelas mentiras que não disse, pelas verdades que  falei...

Perdoe-me afinal, por não conseguir ser o que pensei, mas saiba que aqui dentro do lado esquerdo do meu peito, ficaram as marcas de alguém que pensa que tem coração.


Pedro Ferreira Santos (Petrus)
Petrus
Enviado por Petrus em 08/10/2006
Código do texto: T259684

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Pedro Ferreira Santos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Petrus
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
173 textos (26452 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:24)
Petrus