Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta ao meu Amor...

...Meu amor...
quando brigamos, discutimos ou nos separamos, por um momento que seja, tenho medo...
Medo de me tornar apenas um ponto final, feito por uma caneta falha, no •fim de uma letra qualquer colocada no estremo de uma frase, indicando o
termino de uma rima que foi sutilmente encaixada na última linha de um
Verso,perdido em uma triste Poesia, rascunhada em um pedaço de papel de embrulho,
que foi amassado e trancado no fundo de uma gaveta em um armário velho,
que esta jogado num canto escuro de um sótão frio e úmido, de uma casa
abandonada e esquecida em um lugar qualquer de um deserto infinito e que
apenas aguarda o dia de ser tragada pelas tempestades do tempo, já que o
fogo das lembranças jamais a destruirá e conseguirá consumir todo o seu
conteúdo ontológico e nostálgico.
Medo de me tornar uma triste lembrança...


»»Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal Brasileiro.
»»Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil.
»»para reeenvia-la mencione o Autor  
Apenas um Poeta
Enviado por Apenas um Poeta em 21/06/2005
Reeditado em 25/12/2006
Código do texto: T26664

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Apenas um Poeta
Angola, 43 anos
139 textos (17322 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:37)
Apenas um Poeta