Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
21-10-2006 10:24:29

DJ_ALMA
SUBLIME SOLIDÃO é uma bela carta-declaração de Si Mesmo, um teu Assim :) sem precisar de ser outro que não tu mesmo ou Mesmo, como o Assim...
Isto podia ser assinado pelo Assim Mesmo, mas sou eu mesmo a man_d_ar-te:
Abraços,
F
http://www.recantodasletras.com.br/autores/Francisco

 
Depois de ler:
http://www.riototal.com.br/coojornal/djalmafilho.htm


Mim
,
Se te tiver, não preciso de mais ninguém no mundo! Eu sei que é falso e eu não mu(n)do: preciso de ti e mais al_gu_ém!...
Não, deus nenhum minha deusa! Para deusa me bastas “hasta que la vida nos una”! e atravesse todas as Línguas.
Querer ser deus e igual aos deuses, entregar-me ao meu desejo de eternidade e ser terno: são estes os meus termos, amas-me?
Tu sabes que todo eu sou feito de certezas, não tenho medos e sou inexpugnável, pronto: são todas as minhas fraquezas.
Olha, pensando bem, ou mal, que ‘se’ foda!? Cada um é como cada qual, eu quero ser apenas um animal: a pura invenção de mim mesmo, Tu e Eu.
Assim Mesmo

{Caro Djalma,
O teu SUBLIME SOLIDÃO está noutro número de RIO TOTAL, quem quiser que procure! Mas, tu que és um gentil ser: boa gente, se te apetecer, vem aqui deixar o link para a SUBLIME SOLIDÃO. Faz... como te ditar o coração :)
Isto era para ser a minha última e derradeira “biografia” mas... deixo mais uma carta para a foto_grafia...
Abraços para ti e para todos,
Recantuais Saudações!!}
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 21/10/2006
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T269746
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310493 leituras)
37 áudios (39566 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 02:57)
Francisco Coimbra