Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À você que me escuta II

Não desejo erguer muros, paredes ou machucar quem já está tão ferido, mas se escrevo é porque o que digo está em meu coração e preciso falar.

Se você encontrou o que queria e isto lhe fez mal, por que permanecer nesta busca, por que crescer por caminhos errados?

Tudo o que nos faz mal deve ser afastado de nossa vida por mais difícil e doido que seja esse afastamento.

A vida, e nós sabemos disso, não pode ser apenas vivida através de uma janela virtual, irreal. O que nos é passado de geração em geração é o que fica, é o que deixaremos para a geração seguinte, seja através de nossa vida, seja através de nossa fala, seja através de nossa escrita.

E você sabe isso melhor do que eu. Você também sabe que tem uma missão uma tarefa para a qual foste destinado.

Disseste uma vez a mim que eu tinha uma também. Se já sabe qual é a tua, se já a alcançou ou não, se ainda não a cumpriu totalmente, não perca teu tempo com coisas que mesmo importantes para você, estão a lhe fazer mal.

O tempo é tão curto, passa tão rápido. Hoje estamos aqui e amanhã poderemos já estar mortos para esta vida.

Muitas vezes esperamos envelhecer ou mesmo se estamos doentes achamos que agora é o fim. Mas podemos estar caminhando na rua e sermos atingidos pela morte por uma maneira como nunca imaginamos morrer.

Vivi isso a bem poucos dias em minha vida. Então não vale a pena perder nosso tempo em coisas que nos prejudicam. Ele é tão precioso e valioso.

E assim precisamos com coragem, com altruísmo, tomar a decisão de cortar essas coisas de nossa vida. Mesmo que essa coisa seja a lua que brilha no céu de tua vida.

É dolorido dizer isso, mas se ela também lhe faz mal e o deixa a viver diante de uma janela do tempo irreal ao invés de viver plenamente a vida que gira ao redor, então também deve cortá-la de tua vida.

E não imaginas como dói dizer isso. É como numa luta. Para vencer, muitas vezes é preciso deixar cortar na própria carne.

Você é criativo por natureza. Talentoso pela graça. Já nasceste com esse dom e essas qualidades. A criatividade está dentro da gente e não em coisas ou pessoas. As pessoas podem nos inspirar, mas nunca nos deixar mais criativos. Isso já faz parte de nós.

Nunca busquei a felicidade nos outros. Até porque fisicamente na maioria das vezes estou sozinha. Mas dentro de mim a felicidade explode em luzes e sou pessoa muito feliz e sabes disso.

E cada dia minha felicidade aumenta e sabes porque também. Não me sinto só, em momento algum. A solidão se dá pela falta da voz. E isso sabes, dói também.

Nem podes imaginar, mas tudo o que faço, tudo o que penso, cada dia, cada hora é compartilhado com o sol, com o mundo da luz. Meu espírito fala e ouve em constante dialogar com quem fala comigo assim também. Acreditas nisso?

Então sabes que nunca me sinto só, como também gostaria que você também nunca se sentisse. Enfim, talvez se ainda não consegues agir, mas ainda buscas por respostas, deva se acalmar e deixar o tempo falar.

A espera nos ensina os caminhos e nos dá as respostas para as perguntas que procuramos. Mas precisamos lembrar que há muitas coisas em nossa vida para as quais jamais encontraremos respostas.

Não posso imaginar que respostas esperas encontrar, mas pense que talvez nunca as encontrará. E já disseste isso a mim também. E aceitei meus caminhos sem nem mesmo compreendê-los como tão bem disseste. E na aceitação a alegria, a paz e a certeza de que é por ali que deves ir tomam conta de tua vida. Se certo ou não, só saberemos mais tarde.

Mas não creio, não acredito que onde haja amor até pelos pássaros que não voam e o cuidado de não machucar suas asas possa haver infelicidade. Se não tens essa certeza então compartilhe-a, porque ainda é tempo de fechar as asas e parar de voar no céu de alturas imensuráveis.

Se não tens essa certeza, então não alce vôo ainda e nem permita que outra ave voe contigo, pois quanto mais subirem, maior será a queda se não tiverdes a certeza de que esse vôo não vai ferir ninguém. Ontem estavas pensando.

Hoje pareces mais decidido. Foi o que disseram as seis janelas do tempo ontem e hoje. Lembre-se que teu coração não é mais só teu. Alguém se abrigou dentro dele. Se você ferir de morte teu coração, matará também quem está dentro dele. O inverso também acontece em nossas vidas.

Por isso, não há mais como parar de lutar. Não há mais como lutar sozinho e não há mais como voltar em todos os caminhos trilhados até aqui.

Em se voltando nunca mais se achará o ponto de partida. E a vida será vivida em eterna dor e sofrimento.

Em se ficando no meio do caminho nada mais será igual e a vida será vivida em eterna dor e sofrimento.

Em se continuando a caminhar, nada mais será igual e a vida será vivida em eterna dor e sofrimento pela ausência, pela distância, mas com uma diferença. Completa, plena da alegria de ter se encontrado consigo mesmo.

E no encontro da eterna busca, reina a felicidade. Desejo de coração que você seja muito feliz.

E que o sol também encontre seus caminhos na espera da lua pelo dia do alvorecer.

Maria
Enviado por Maria em 28/10/2006
Reeditado em 02/12/2006
Código do texto: T275791
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4550 textos (185926 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:01)
Maria

Site do Escritor